Maldivas: guia básico para o paraíso!

Posted by & filed under EXPERIÊNCIAS, FAMÍLIA, ILHAS MALDIVAS, ÍNDICO, LUXO, PRAIAS, Viagem a seu Gosto, Viagem a seu Jeito.

Maldivas paraiso praias paradisiacas dicas

Fazer um post com dicas sobre as Maldivas não é fácil não, é na verdade um desafio para este blog! Por um único motivo: as Ilhas Maldivas não requerem muitos macetes mirabolantes, mas sim, saber fazer as escolhas certas e isso inclui: escolher um bom resort e o resto praticamente estará incluso na estrutura do destino paradisíaco.

Mas como eu gosto de ser detalhista (e como), vou falar sobre tudo, desde a ida até o retorno e este será seu guia básico para as Ilhas Maldivas, repleto de informações e dicas para planejar a viagem dos seus sonhos e aproveitar ao máximo seus dias no paraíso. Se vocês tiverem MAIS dúvidas ou quiserem complementar as dicas, fiquem à vontade na caixa de comentário abaixo do post.

Obs: As dicas são MINHAS, relativas à minha viagem para as Ilhas Maldivas em março de 2013, portanto contém informações de caráter pessoal, do que eu gostei ou não. O que pode ter sido legal para mim, pode não agradar outras pessoas. Tudo depende do estilo de viagem que cada um pretende fazer. Leia o post e tire suas próprias conclusões e se você gostar das dicas, aproveite-as e compartilhe. 🙂

Onde Fica?

Lá no leste do Oceano Índico, ao sul do continente asiático. Para você se situar, a República das Maldivas está mais perto do Sri Lanka do que da África por exemplo. São 90.000 km² de muito mar AZUL, recifes de corais e bancos de areias. Consiste em 1.190 ilhas sendo, 200 delas habitadas, 100 por hotéis. Estão agrupadas em 26 atóis, um dos países mais dispersos (e paradisíacos) do mundo.


Exibir mapa ampliado

Quando ir? Qual a melhor época nas Maldivas?

Se não fosse o clima perfeito, as Maldivas não seria considerado paraíso certo? 
As temperaturas variam entre 26°C e 30°C durante todo o ano, eu disse, TODO O ANO.
 Há duas temporadas bem definidas: a alta temporada, de dezembro a abril, onde chove menos e os dias são mais longos, e a baixa, de maio a novembro, onde a umidade é maior e probabilidade de chuvas também. Na baixa temporada os resorts costumam ter promoções bem atrativas e pode ser uma boa oportunidade para conhecer o paraíso mesmo com chuva, pois dizem que não chove mais do que 2 dias seguidos por lá. Eu fui em março (2013), fiquei 4 dias e não peguei nenhum pingo de chuva por lá. o/

Maldivas Dicas Temperatura Clima

O Aéreo? Quanto tempo leva?

Para quem sai do Brasil, os Emirados Árabes servem como porta de entrada para as Ilhas Maldivas. A maioria dos pacotes das agências já agrupam destinos como Dubai ao pacote, o que considero uma boa idéia para tornar a viagem menos cansativa.
 O voo de São Paulo à Dubai (via Emirates) leva em torno de 14 horas de viagem. É necessário fazer uma conexão de aproximadamente 5 horas em Dubai, o que também não é problema sendo que o aeroporto é um shopping bem servido de Dutys Frees e ótimos restaurantes (além dos bancos confortáveis e também dos bons banheiros com chuveiros disponíveis). Depois, o aéreo até as Maldivas leva outras 5 horas de voo (via Emirates). Existem opções de aéreos via Europa e África, mas saindo do Brasil, ainda acho que via Dubai mais fácil e prático, e de quebra dá pra aproveitar o stop over para ficar uns 4 dias nas arábias.

Maldivas voo dubai male

O Aeroporto das Maldivas e as Restrições do País.

O aeroporto de Malé é relativamente pequeno, mas bem organizadinho. Ao desembarcar, você pegará suas malas e passará pela imigração e raio-x. Não há taxas, os vistos são dados automaticamente ao carimbar o passaporte (geralmente 30 dias), mas fique atento à algumas restrições de artigos que não podem ingressar no arquipélago! Fora os básicos que sabemos (armas, entorpecentes, etc), como é um país muçulmano, é proibido a entrada de qualquer artigo que faz menção ao cristianismo (cruzes, bíblias, etc) e também bebidas alcoólicas (!!!!). Como fizemos conexão em Dubai, ficamos horas no Duty Free escolhendo alguns vinhos e champanhes para usufruirmos em nossa segunda lua de mel nas Maldivas 😉 , mas nossos itens foram confiscados no aeroporto 🙁 , justamente pelas leis locais. Apesar de não ter gostado e achar que não faz sentido tal lei (porque dentro dos hotéis é permitido consumir bebidas alcoólicas), eles retiraram os itens das malas, cadastraram e nos entregaram um “ticket de confisco”. Os produtos são guardados em um depósito e ao sair do país é possível retirar todos os itens confiscados e levá-los embora consigo. Isso significa que não perdemos nada, só deixamos de bebêmorá-los nas Maldivas. ::snif::

Maldivas dicas aeroporto

Translado Aeroporto – Hotel – Aeroporto

Atenção – Após o desembarque, não haverá ninguém segurando uma plaquinha com seu nome estampado! Atravesse a multidão que está aguardando outros passageiros e logo você verá mini-guichês com o nome do seu hotel/rede. Procure o guichê respectivo, é ele que providenciará o seu translado, via barco ou hidroavião para o seu atol. Geralmente há uma pequena espera até reunir todos os hóspedes, mas funciona super bem. Se o seu hotel for perto, provavelmente você embarcará em um speed boat, se seu hotel for longe, hidroavião.

Conselho: Não pense em perder o translado da volta, esteja no horário marcado no pier do hotel. Se você perder o barco ou avião que te leva de volta, isso pode lhe custar aprox. $800 dolares por pessoa para fazer um charter particular. Uiuiui $$$

Maldivas Dicas Aeroporto Male translado

Guichês dos hotéis logo após o desembarque – Malé

Maldivas Speedboat Translado dicas

Speedboat do Resort Anantara

Que roupas levar?

Basicamente sua mala será composta de roupa de banho e chinelos. Durante o dia, você praticamente ficará mais molhado do que seco e não necessitará de muitas vestimentas. À noite, ai sim, uma roupa mais ajeitada para os jantares, que geralmente são bem produzidos e românticos. Mas não exagere, não precisa levar roupa de gala, um esporte fino já é o suficiente. Salto alto também não combina muito com as Maldivas, sendo que os hotéis tem as trilhas de areia, não tornando o salto algo muito funcional por ali.

Quanto ao equipamento de mergulhos (snorkel e nadadeiras) geralmente os resorts disponibilizam gratuitamente, então não necessita carregar na mala.

Quantos dias devo ficar?

Como eu sou fanática por mar, acho que ficar menos que 4 dias no paraíso azul é um desperdício!!! Eu fiquei exatamente 4 dias e me arrependo, deveria ter ficado mais. Ao contrário do que se pensa, as estruturas dos resorts oferecem muitas atividades (aquáticas), e mesmo que você fique 10 dias no paraíso terá sempre algo novo a se fazer. O único empecilho a ficar mais tempo lá realmente é o valor… cada noite extra no paraíso lhe custará alguns tustões a mais e isso pode pesar no budget da viagem. Se não fosse por isso, eu aconselharia 7 dias, mas 5 já são o suficiente (e ainda financeiramente aceitável).

Ilhas Maldivas Paraiso Praias Travel Forever Carol Wieser

Quanto custa?

Caro! As Maldivas estão entre um dos destinos mais caros do mundo! Na verdade fica no páreo com outros lugares paradisíacos como Tahiti, Fiji, etc. Especialmente saindo do Brasil, que fica longe pra dedéu e os aéreos acabam pesando significativamente no orçamento. Quando estava planejando nossa viagem às ilhas, fiz vários tipos de cotações, indo “por conta” (cotando o aéreo e os hotéis separados) e orçando pacotes oferecidos pelas agências também. Como além das Maldivas queria conjugar Dubai, o orçamento “por conta” ficou muito parecido com os das agências brasileiras. Para vocês terem um idéia fiz um comparativo:

Indo por conta:
Média aéreo, ida e volta, saindo de São Paulo via Emirates com escala em DUBAI: $ 2500 px
Média da diária da hospedagem em Over Water Bungalow – Anantara Veli Maldivas:
 $ 1200
Média da diária da hospedagem em Quarto Premier (superior) – The Adress Downtown Dubai: $ 600
Visto Dubai: $ 75 px
Valor aprox. por pessoa (aereo + 5 nts Maldivas + 4 nts Dubai): $ 6.700 px (sem transfer, sem seguro viagem, sem taxas, sem early check-in)

Indo por agência de viagem:
Valor aprox. por pessoa (aéreo + 5 nts Maldivas [com early check-in*] + 4 nts Dubai + tranfers + seguro saúde + vistos e taxas): $ 7.000 px

Por conta dessa pequena diferença e pensando nos beneficios e segurança de se fechar com uma agência de viagem, fiz o pacote Maldivas + Dubai com a agência Designers Tours, o que me custou: $ 7.000 dolares por pessoa (valores março/2013). Lembrando que a categoria dos hotéis usadas foram 5* estrelas. Outro detalhe bem importante, pra quem desembarca nas Maldivas pelo voo da manhã via Emirates, tem que solicitar o early check-in pro resort ou agência e pagar uma taxa extra. Caso contrário, vc chega pela manhã e vai ficar esperando seu quarto ficar pronto só as 15h 🙁

Há também algumas agências no exterior que são especialistas em Maldivas e oferecem vários pacotes nos hotéis de lá. A grande questão aqui é que o aéreo teria que ser comprado separado também, e para conseguir bons preços, tem que ficar de olho nas promoções, segue alguns links:
http://www.hotelsmaldives.com
http://www.vermillionmaldives.com
http://www.dolphin-holidays.net
https://www.alphamaldives.com
http://maldivesholidayoffers.com

Para saber tim tim por tim tim sobre o Anatara Veli, resort que ficamos, segue o link do post que fiz:
http://travelforever.com.br/2013/08/01/maldivas-dica-hospedagem-anantara-veli-dhigu/

Fora o custo da viagem que será praticamente toda paga no Brasil, você tem que contabilizar os custos do seu consumo nas ilhas. Há poucos resorts que também oferecem a opções de pacotes all inclusive, e algumas outras poucas opções de meia pensão. A maioria trabalha apenas com o café da manhã. O sistema de serviço nas Maldivas é muito personalizado, os resorts são intimistas e os jantares, geralmente à la carte, são bem reservados e românticos. Geralmente há uma programação para jantares temáticos durante a semana, que é estilo buffet, mas também bem intimista, tudo super produzido e à luz de velas. Além dos restaurantes e dos jantares temáticos, os resorts oferecem os famosos “dining by design” – jantares românticos, exclusivos e personalizados, com valores extras, é claro. Dá pra jantar onde você imaginar, na ilha deserta, em bangalô sobre a água, na areia da praia, em cima do barco, etc… Funciona assim, você escolhe o local + o cardápio. Tudo com garçom e serviço exclusivo para fazer do jantar uma experiência, dá uma olhada nas fotos desse serviço:

Maldivas Jantar Romantico Praia experiencia

Um exemplo de “Dining By Design” – um jantar romântico na praia.

Maldivas Jantar romantico casal praia

Opções de locais para os jantares intimistas nas Maldivas e os respectivos preços.

Maldivas_dicas_valoresdiningbydesign

Exemplo de cardápio para o jantar intimista.

Fora isso, coloco aqui os valores da alimentação em geral, lembrando que todos esses valores são no hotel Anantara Veli/Dhigu, onde fiquei hospedada:
Água Mineral Local: U$ 5 (1,5 lts)
Água San Pelegrino: U$ 10
Um menu degustação no resturante Tailandês: U$ 130 a U$ 250
Valor médio de um prato: U$ 30
Salada: U$ 25
Drinks: de U$ 15 a U$ 20
Cerveja: U$ 10
Água de coco natural: U$ 6
Jantar com música ao vivo (estilo buffet): $89
Vinho: de U$60 a U$ 5200
Vinho Razoável: U$ 100
Taxa de serviço 10% + 8 tax

Maldivas dicas valores comida bebida

Cardápio do restaurante Thai do Anantara. Era o restaurante mais caro do complexo.

Segue também valores das atividades aquáticas diversas:
Mergulho Autonomo*: U$ 60 + equipamento U$ 20
Parasailing: U$ 95
WaterSkiing / Wakeboard / Slalow: U$ 60
Passeio de bóia: U$ 60
Sea Bob: U$ 70
Jet Ski: U$ 175

Maldivas valores atividades aquaticas

Valores das atividades no Anantara.

Parasailing Maldivas preços

Preço para fazer um parasailing. Detalhe que no nosso hotel não era possível fazer o voo duplo.

Maldivas Valores Mergulho dicas

Nossa conta para os 3 mergulhos realizados.

* Se você é mergulhador certificado, não esqueca de levar sua carteirinha!

Nos resorts tudo é contabilizado em dólares americanos. Se você for direto para o resort não precisará fazer o cambio local, pois até na hora de fazer o check-out você pode pagar em dólares ou via cartão de crédito. Mas lembre-se que não existem caixas automáticos nas ilhas, é preciso levar em espécie ou seu cartão internacional.

Parasailing Maldivas

Maridex arriscou um voo de parasailing e a paisagem é essa ai ó…

Onde ficar (hospedagem nas Maldivas)?


Eis a questão! Acho que a parte mais difícil da viagem é esta, escolher o resort. Todos parecem lindos, mas tem alguns deslumbrantes! Basicamente há 4 categorias de resorts, a econômica (isso também existe!!!!), a mediana (em geral essas estão na capital Malé ou bem perto), a categoria luxo e a extremamente luxuosa! As diárias podem variar de $50 dolares a $15.000. Tudo vai depender do que seu bolso está disposto a pagar…

São exatamente 100 opções de hotéis/resorts, sem contar os barcos que oferecem o sistema Liveaboard (60). Uma coisa que me ajudou bastante foi o folder das Maldivas, disponibilizado no site oficial de turismo das Maldivas. Eu fiz download dele e revirei o bichinho. Cada vez que pesquisava um hotel, dava uma olhadinha lá. Pra quem quiser, segue o link: http://www.visitmaldives.com/en/brochures
O mais legal é que no folder os resorts estão com as respectivas localizações no mapa e serviços oferecidos.

Falando em localização, essa foi uma das coisas que eu ignorei na minha pesquisa. Já é tão difícil escolher o resort pela cara e preço, imagina pela localização… São muitos atóis (26) e separá-los fica ainda mais confuso. Minha sugestão é olhar o folder, passar hotel por hotel, fazer uma lista dos que você mais simpatizou, olhar o review no Trip Advisor e procurar fotos dele na net. Se as referencias textuais e visuais forem boas, dai sim, vá olhar os preços!!! Você ainda terá o trabalho de escolher que categoria de quarto quer… se vai ser garden villa (jardim), beach villa (na praia), se vai ser em bangalô… E nos bangalôs, ainda tem diferenciação de valores para o mais simples e o mais sofisticado. Uiuiui – Boa sorte!!!

Maldivas Blog Travel Forever Carol Wieser

O importante é ficar satisfeito com o resort que você escolheu. Isso faz toda a diferença na viagem às Maldivas.

Sugiro também fazer pesquisa de preços nos sites internacionais que indiquei acima, nas  agências, nos site de busca de hospedagem (tripadvisor, booking e hoteis.com) e claro, no próprio site do resort. Nunca deixe de olhar o site do hotel, ele pode te surpreender, as vezes rola uma promoção por lá.

Bom para quem nem sabe por onde começar, segue algumas opções de hospedagem nas Maldivas para cada categoria:

Econômico (guest houses e hotéis):
Happy Life Maldives Lodge (guest house) – http://happylifemaldives.com
Hanimadhoo (guest house) – http://www.therealmaldives.com/Hanimadhoo.html
Kadhoo guesthouse – http://www.therealmaldives.com/Kadhoo.html
Beehive Nalahiya Hotel – http://beehivehotels.com
Hulhule Island Hotel – http://www.hih.com.mv

Mediano (resorts 3* /4*):
Fun Island Resort Spa (3*) – http://www.villahotels.com
Fihalhohi Island Resort (3*) – http://www.fihalhohi.net
Adaaran Club Rannalhi (3*) – http://www.adaaran.com
Holiday Island Resort (4*) – http://www.villahotels.com

Luxo (resorts 4* sup/ 5*):
Vivanta by Taj Coral Reef Maldives (4* Sup) – http://www.tajhotels.com
Taj Exotica Resorts Spa (5*) – http://www.tajhotels.com
Anantara Veli Resort Spa (5*) – http://www.anantara.com
Angsana Resort Spa Maldives Velavaru (5*) – http://www.angsana.com
Ayada Maldives (5*) – http://www.ayadamaldives.com

Super Luxo (resorts 5* sup):
Anantara Kihavah Villas (5*) – http://www.anantara.com
Constance Halaveli Maldives (5*) – http://www.halaveli.com
One&Only Reethi Rah (5*) – http://www.oneandonlyresorts.com
W Retreat Spa Maldives (5*) – http://www.whotels.com/maldives
Viceroy Maldives Resort (5*) – http://www.viceroyhotelsandresorts.com
Jumeirah Dhevanafushi (5*) – https://www.jumeirah.com/en/hotels-resorts/maldives/jumeirah-dhevanafushi
Conrad Maldives Rangali Island Resort (5*) – http://www.conradmaldives.com

Para quem não dispensa um sistema all-inclusive nas Maldivas, segue alguns resorts que oferecem essa opção:
Lily Beach Resort Spa (All Inclusive) – http://www.lilybeachmaldives.com
Kihaad Maldives (All Inclusive) – http://www.kihaad.com/en/
Constance Halaveli Maldives (5*) – http://www.halaveli.com
Kuramathi Island Resort (All Inclusive) – http://www.kuramathi.com
Kuredu Island Resort (4*) – http://www.kuredu.com
Diamonds Athuruga Beach Water Villas (All Inclusive) – http://athurugabeach.diamonds-resorts.com

Casamento nas Maldivas.

É possível dizer sim na ilha paradisíaca! Quase todos os resorts promovem a cerimônia, com todos as pompas necessárias e solicitadas, é claro (tudo custa!). Não tive a oportunidade de renovar os votos lá, mas o casal simpático do blog We Rock Tour fez uma cerimônia pra lá de especial e contou tim tim por tim tim lá no blog deles:
http://www.werocktour.com/viagens/asia/maldivas/casamento-nas-maldivas/

Maldivas dicas bangalos infos uteis

O que fazer além do hotel?

Tudo vai depender de onde estiver. Se você está relativamente perto da capital, há passeios para conhecer Malé (via barco). Alguns hotéis/resorts disponibilizam passeios para povoados locais, mas isso tudo vai depender da sua localização… Se você estiver isolado a centenas de quilometros e a sua única opção de locomoção é o hidroavião, ai não vai existir muitas opções além dos serviços que o hotel ofecere. Mas tenha certeza que você vai relaxar muito…

Por do sol nas Maldivas dicas travelforever

O por do sol nas ilhas é imperdível! #ficaadica

Compras?

Geralmente quase todos os resorts possuem uma loja de conveniência com alguns itens importantes como protetores, repelentes, roupas de banho e alguma coisa de artesanato local (souvenirs). Mas pra você que é louco por um souvenir, ai vai uma dica muito importante: o aeroporto de Malé possui um Duty Free bem razoável até. Bem no meio existe uma loja enooooorme só com souvenirs das Ilhas Maldivas. Você pode comprar seu regalo na volta, antes de embarcar 😉

Aeroporto Maldivas Dicas DutyFree Souvenirs

Duty Free no aeroporto de Malé – Maldivas

Maldivas ou Tahiti (Polinésia Francesa)? 

Boa pergunta!
Não fui ao Tahiti, mas a Vanessa, colaboradora do blog foi e amou. ♥
Eu fui às Maldivas e amei de paixão. ♥
Independete de ser Maldivas ou Polinésia Francesa, a sua satisfação será garantida se o seu principal objetivo é ir para um lugar exótico, com paisagens deslumbrantes e muito mar!!! O apelo romântico está no ar para quem quer ir em lua de mel ou aniversário de casamento. A diversão estará garantida se o seu objetivo é tirar férias ou ir viajar com as crianças. Se quer apenas relaxar, esse é o lugar. Ambas são versáteis, então não tem erro, é só alegria.

Logo faremos um post comparativo para os 2 lugares, mas enquanto eles não saem, leia ambos os relatos e tire suas próprias conclusões…
Maldivas: http://travelforever.com.br/category/indico/ilhas-maldivas/
Polinésia Francesa: http://travelforever.com.br/category/oceania/polinesia-francesa-oceania/

Maldivas relax dicas

Maldivas – Tem como não querer ficar para sempre???

Dicas gerais:

Idioma: Dhivehi e Inglês (nos resorts só se fala inglês)
Fuso Horário:
 + 5hs GMT (+ 8 horas do brasil)
Moeda:
 Rufiyaa (nos resorts só dolar americano)
Voltagem: 220v
Documentos: Passaporte válido. O visto é dado automaticamente ao carimbar o passaporte. Não há taxas.
Vacina: Febre Amarela

hr_03

Conheça a Carol Wieser

Carol Wieser escreveu 165 posts para o TRAVEL FOREVER.

Criadora e editora do blog, adora colocar os pés na estrada! Está sempre planejando uma nova viagem. Sua Bucket List é enorme (e azul), dificilmente irá conhecer todos os destinos que deseja, mas continua esperançosa!

Veja também:

Tags: , , , , ,

90 Responses

  1. vanessa 12 de fevereiro de 2014 às 16:10

    Ótimo post, (as always) hehe
    Dá uma vontade!!!

    Só fiquei com uma dúvida: a diária do hotel é 1200 dólares por pessoa? Ou é para o casal? Fiquei assustada..hehehe

    Bejios,
    Vanessa

    Responder
    • Carol Wieser 12 de fevereiro de 2014 às 16:37

      Nessa,

      Vontade sempre!!! Agora temos que trocar os destinos, vc ir pras Maldivas e eu pro Tahiti 😉
      Sobre as diárias, o valor é por quarto. Obrigada por avisar, consertei lá no post um detalhe para deixar mais claro…

      Beijos

      Responder
  2. @giovanifoz 13 de fevereiro de 2014 às 14:44

    Carol …

    Mais uma vez, parabéns pelo seu relato e obrigado por compartilhar infos tão valiosas para nós viajantes.
    Coincidência ou não, estamos indo sempre para os mesmos destinos.
    Los Roques li seu relato antes de ir e agora Maldivas … hahahahaha 😀

    Até mais!!! E continue postando novas aventuras!!!

    Giovani Raffagnin

    Responder
  3. Fernanda 13 de março de 2014 às 19:45

    Carol, disse para o meu noivo que o seu blog caiu do céu para nós!!!!!!Juro!! Acabamos de fechar nossa lua de mel para Maldivas e Dubai e tava super insegura quanto ao Hotel que escolhemos. Fechamos pelo Booking o mesmo hotel que você ficou hospedada (antes mesmo de ler o blog) e exatos 4 dias. Você me deixou menos apreensiva em relação ao Hotel. Queria algo confortável mas que coubesse no bolso,né! Outra dúvida eram os preços praticados no hotel em relação a alimentação, passeios,etc. Muito obrigada por compartilhar aqui essas dicas muito relevantes!!! A mesma dúvida que você teve em relação a fechar sozinha a viagem ou por agência de turismo eu tive. Mas fizemos as contas e compensou fechar por conta própria. Até pq temos um apto de uma amiga em Dubai que vai nos emprestar sem custo algum. Agora só falta fechar o translado de Dubai para Malé. Você saberia indicar algum? Sei que a Emirates faz mas ta mais caro… com relação ao translado do aeroporto para o hotel com speed boat, esse translado tem custo? Qto seria? Obrigada mais uma vez…virei fã e seguidora do seu blog. Tenho certeza que será a viagem mais incrível da minha vida!!!!!!!!!

    Responder
    • Carol Wieser 24 de março de 2014 às 14:10

      Oi Fernanda!

      Que legal! Tenho certeza que vocês vão adorar seus dias nas Maldivas e pode ir sem medo, que o Anantara é muito bom mesmo!!!

      Sobre o translado entre Malé e o hotel, mande um e-mail para eles informando a data que vocês chegarão, acho que funciona no mesmo esquema que eu fiz, é só ir no guichê do hotel dentro do aeroporto com as reservas em mãos e eles te levarão até o hotel… e acredito também que esse valor já esteja incluso na diária (até pq não existe outra forma de chegar lá!!!), mas é bom garantir e mandar um e-mail para esclarecer.

      Sobre o aereo Dubai-Male, são poucas as companhias que fazer o trajeto direto: A Emirates e a FlyDubai fazem com certeza… Já com escalas tem várias como a Qatar, Srilankan Airlines e Oman Air.
      Dê uma pesquisada, mas ainda acho que o trajeto direto é mais válido 😉

      Abs

      Responder
  4. Evane 12 de abril de 2014 às 16:28

    Carol, muito uteis suas dicas. Estamos indo para as Maldivas dia 22 de Abril, eu e meu marido . Antecipadamente peco desculpas por corrigi-la. Umidade se escreve com U e dinheiro " especie". Abraco.

    Responder
    • Carol Wieser 14 de abril de 2014 às 15:37

      Que bom que gostou das dicas Evane.

      E não precisa se desculpar, EU que tenho que agradecer. Sempre passa uns erros de português no texto e é tão bom poder corrigi-los quando identificados 😉

      Alias, boa viagem. Depois volte nos contar como foi.

      Abs

      Responder
  5. Ronaldo 12 de maio de 2014 às 14:23

    Eu sou solteiro e decidi ir sozinho agora em Junho. Comprei pelo Decolar para o hotel Kuramathi all inclusive por uma semana e ficou em 11000 reais. Não pensei duas vezes … adoro viajar sozinho e espero aproveitar e conhecer mais um lugar no meu curriculum de viagens pelo mundo.

    Responder
    • Carol Wieser 20 de maio de 2014 às 22:26

      Ronaldo, tenho certeza que você vai aproveitar bastante! Maldivas é um lugar mágico, irresistível!!! Uma boa viagem e depois traga suas experiências pra gente aqui 🙂

      Abs,

      Responder
    • Carol Wieser 20 de maio de 2014 às 22:31

      Bruna, os preços estão irresistíveis mesmo nesse site. A principio tá tudo ali, hospedagem e cafe da manha (sistema que usei). De uma boa olhadinha na época ofertada e também nas condições. Se informe sobre o translado… A qualidade do hotel eu garanto, mas nunca usei o Agoda não…

      Abs

      Responder
  6. Bruna 20 de maio de 2014 às 21:53

    Oi Carol!

    Outra coisa que fiquei na duvida, quantos dolares em media por dia pode-se gastar, incluindo esporte aquatico? Eu calculei $300,00 por dia por pessoa, mas to achando Muito pesado!

    Responder
  7. Livia 6 de agosto de 2014 às 14:32

    Oi,
    Tenho lido muitos blogs e posts em relação às Ilhas Maldivas e fiquei impressionada com o seu post. É perfeito, quando a dúvida surgia em meio a leitura, a resposta estava na linha de baixo. Impressionante. Parabéns!
    Todos esses passos que você disse de comparar, pesquisar e eu já fiz e cheguei a mesma conclusão que você, vale a pena fechar com a agência, ainda mais pela tranquilidade de uma lua de mel. Mas estou muito em dúvida em relação ao hotel. Estamos em busca de um all inclusive, dos que você citou, somente dois você disse as estrelas, são os dois melhores? Estou com um orçamento legal do Kuredu, gostei do site, das resenhas, mas… estou apreensiva ainda!!! Alguma sugestão extra??? O que você acha???
    Muito obrigada!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Livia

    Responder
    • Carol Wieser 2 de outubro de 2014 às 16:13

      Oi Livia,

      O Kuredu parece bem bom. Alias, a paisagem é estonteante igual!!!
      Se você realmente prefere o sistema all inclusive, é uma boa opção sim.

      Abs,

      Responder
  8. Zellany 20 de setembro de 2014 às 14:39

    Adorei o post!!! Nossa, quantas informações importantes. Com certeza ajudará e inspirará a muitos a conhecer este lugar incrivel. Parabéns e mtas viagens fantásticas para vcs, meninas!

    Zellany Caldas 😉

    Responder
  9. Daniela 30 de setembro de 2014 às 21:20

    Gente PARA TUDO (rsrs), esse ligar faz parte dos meus sonhos… é maravilhoso….Seuy blog é muito bacana. Suas dicas sobre as maldivas são perfeitas. estou lendo todos os post. Parabéns.
    Também teos um blog de viagens, se tiver um tempinho para conhecer, será muito bem-vinda. É o D&D Mundo Afora (http://dedmundoafora.blogspot.com ) .. parabéns, mais uma vez….

    Responder
  10. Juliana 23 de outubro de 2014 às 23:27

    Oi Carol, adorei o seu blog! Estou na Maldivas agora é gostaria de saber se é comum os resorts cobrarem uma taxa extra? Que no nosso caso é mais ou menos $680,00 e eles não informam do que se trata! Estamos hospedados no Olhuveli Resort que inclusive é muito bom, os bangalôs overwater, os serviços e os preços estavam atrativos, porém estamos pegando chuva há 3 dias!

    Obrigada

    Juliana

    Responder
  11. Marcela 3 de janeiro de 2015 às 8:43

    Parabéns pelo post, o mais completo que já vi. Queria perguntar se vc chegou a fazer o post que compara Maldivas com Tahiti? Não encontrei.. Beijos!!

    Responder
  12. Fabiana Barreiros 10 de janeiro de 2015 às 23:06

    Oi Carol!
    Gostei muito do seu blog! Você faz um ótimo trabalho auxiliando as pessoas que tem interesse em viajar, seja qual for o destino.
    Eu e minha namorada queremos conhecer as Maldivas e Dubai, mas fico um pouco apreensiva e não tenho ideia do que eles pensam de pessoas homossexuais. Falo isso, pois a pouco tempo vi uma notícia que uns “travestis” ou transsexuais foram presos em Dubai por serem “diferentes”.
    Não sei se você tem esse tipo de informação, mas resolvi perguntar!

    Responder
    • Carol Wieser 18 de janeiro de 2015 às 23:28

      Oi Fabiana,

      Olha só, quando estivemos nas Maldivas, no nosso hotel tinha casais homossexuais. Não notamos nenhum tipo de hostilidade ou preconceito por lá não! Claro que, por se um país muçulmano, a discrição se torna quase que obrigatória! Os costumes deles são bem rígidos e demonstrações publicas de afetos não são bem vistas, independente da preferência sexual.

      Quanto a Dubai, como é uma cidade bem cosmopolita, acredito que vocês não terão problemas algum.

      Abraços

      Responder
  13. Marina keiko 15 de fevereiro de 2015 às 11:14

    Oi Carol, eu estou planejando em ir para as Maldivas mas estou morrendo de medo porque nem eu nem meu noivo sabemos falar o inglês, será que dá pra se virar ou seria necessário apenas o básico? E outra, é obrigatório a vacina contra febre amarela? Moro no Japão e aqui não tem casos de febre amarela, essa vacina seria para não pegar lá ou porque no Brasil tem casos? Liguei para as agências daqui e eles não sabem me informar, você poderia me ajudar? Amei seu blog 😉

    Responder
    • Carol Wieser 17 de março de 2015 às 16:31

      Oi Marina,

      Sobre o inglês, acho que só o básico vc se vira, o pessoal é muito solicito e nas ilhas, vão fazer o possível para lhe atender bem.

      Sobre a vacina de febre amarela, por o Brasil ser um país que tem casos de febre amarela, se você ingressar com o passaporte brasileiro, será sim necessária a carteirinha internacional de vacinação.

      Não lembro de eles terem pedido, mas como a minha já esta anexada no passaporte pode ser que eles conferiram sem eu ver.

      Abraços

      Responder
  14. Luciana 13 de março de 2015 às 9:05

    Adorei seu post, realmente bem completo. Parabénnnnnnnns!
    Meu sonho de viagem que um dia vou realizar, se Deus permitir!
    Obrigada pelas dicas 🙂

    Responder
  15. tantonovz 30 de março de 2015 às 12:02

    Olha só, eu fui nas duas: Fui em 2011 na Polinésia, em 2013 nas Maldivas e agora em 2015 voltei à Polinésia. De beleza as duas são praticamente a mesma coisa, agora o tratamento na Polinésia eu achei melhor. Na verdade, eu fiquei bastante chateada, pois por serem muçulmanos nas Maldivas, quanto você vai ao bar do hotel não há cardápio para mulher. Eles entregaram o cardápio para o meu marido primeiro (o que já achei estranho) e aí fiquei lá esperando o meu e é claro que não veio. No hotel que ficamos – Paradise Island, existia uma divisão bem clara entre estrangeiros e muçulmanos, sendo que eles nunca sentavam perto da gente, aliás não entendi porque a gente tinha uma mesa, sendo que na Polinésia você senta onder quer. Como eu disse, de beleza as duas são totalmente perfeitas, mas adoro a liberdade e o sorriso do povo Polinésio. Além disso, como eu já tinha ido uma vez pra Bora Bora já sabia os macetes, dessa vez eu fiquei sete dias e optei por um quarto sem nenhuma refeição (o que eu nunca tinha visto) e saimos pra comprar em Vaitape (ilha principal) nossa comida economizado bastante, pois com isso diminuímos USD1.000 em nossa conta. Estou dando à volta ao mundo e posso admitir que ainda tenho interesse de ir as Maldivas, de novo, e nessa viagem, mas sei que apesar de ser muito parecido com a Polinésia, ainda prefiro Bora Bora.

    Responder
    • Carol Wieser 1 de fevereiro de 2017 às 13:42

      É, essa liberdade de sair comprar algo fora do hotel realmente não existe nas Maldivas. Especialmente se o seu resort for afastado da capital… Uma vez la dentro, você fica "meio" refém do hotel. Quanto a esse tratamento que você mencionou acima (diferenciação para homem/mulher) sinceramente não reparei na minha viagem. No nosso hotel sentávamos aonde quiséssemos, inclusive perto do povo local sem problemas algum. Talvez eles não quisessem ficar tão perto da gente por conta dos costumes, mas não tivemos nenhum problema ou nos sentimos menos prestigiados. Em um quesito geral, fomos, muito, mas muito bem tratados.

      Responder
  16. Nuni 30 de setembro de 2015 às 7:34

    Oi Carol! Estou a fazer algumas pesquisas sobre as Maldivas e estou muito interessado no hotel Centara Ras Fushi com all inclusive. Pela sua experiência recomendaria o all inclusive ou acha que meia pensão é o suficiente? O barco para o hotel é possível comprar na hora que chegar ao aeroporto ou tem que ser reservado antes? Quais os valores sabe?

    Responder
    • Carol Wieser 1 de fevereiro de 2017 às 13:48

      Oi Nuni.

      Não tenho referencias desse hotel, mas parte-se do principio que o ALL INCLUSIVE é mais cômodo e mais e tem um custo beneficio bom para o bolso. Como geralmente não almoçávamos, só comíamos algo rápido, para nos o mais importante seria cafe da manhã e janta mesmo (meia pensão). Mas vai de você avaliar de acordo com seu costume.

      Quanto ao barco, sempre se informe com seu hotel antes. Geralmente eles tem o transfer incluído no pacote, mas essa informação é muito importante pois se não tiver incluso um transfer lá pode sair caríssimo. Não sei te dizer sobre valores.

      Responder
  17. Glaucia 6 de novembro de 2015 às 17:48

    Olá, eu estive nas Maldivas em Janeiro e foi FANTÁSTICOOO!!! Eu estive nos resorts Taj e Conrad e na minha opinião o Taj ganhou disparado!!! O Taj é o que possui a maior faixa azul de todos os outros!! É uma imensidão azuuuuuuul turqueza!!! O Taj é muito perfeitooo!! Eu chorei mto no dia que parti!!! Bom….e concordo com o post a escolha do Resort é muito importante!!! As condições climáticas tb….pois o azuuul incrível depende do sol para refletir!!!

    Responder
  18. João Damasceno. 3 de março de 2016 às 17:19

    Bem, muito legal, muito bonito, porém, e a questão de “7º país que mais persegue cristão no mundo”? Sei que em se tratando de turismo haja uma certa condescendência etc. porém, ainda assim creio que seja algo um tanto angustiante.

    Responder
  19. Marcos 18 de abril de 2016 às 1:19

    Olá você sabe se compensa fica em mais de um hotel?estou preocupado em como ir de um hotel pro outro
    Pretendo ficar 1 semana
    Mas nao gosto de ficar muito tempo no mesmo hotel

    Responder
  20. Viajante Móvel 28 de abril de 2016 às 21:15

    Excelente post! Apesar do custo alto, nós conseguimos visitar esse paraíso. O que nos facilitou foi o fato de sair da Inglaterra onde estávamos morando, assim a passagem saiu bem mais em conta. Fizemos recentemente um blog e Adoraríamos receber sua visita para nos dar sua opinião . E lá tb cintamos nosso viagem para este paraíso .

    http://www.viajantemovel.com.br

    Um abraço

    Responder
  21. Vicky 22 de julho de 2016 às 19:35

    Excelente post, o mais completo que já li sobre um destino.
    Perguntinha: meu marido tem o braço direito todo tatuado, não que ele seja religioso, mas o tema é todo o cristianismo, tem anjo, crucifixo, duas mãos rezando, vela, caveira. Seria um problema andar sem camisa?

    Responder
    • Carol Wieser 26 de julho de 2016 às 12:16

      Oi Vicky, acho que na hora de entrar no aeroporto seria uma boa usar uma camisa de manga, só para evitar olhares das autoridades, já que existem placas espalhadas falando sobre o assunto. Mas não vejo problema nos resorts, eles vivem do turismo global e acredito que não vão nem ligar pras tattoos. Pense nos resorts como outro país, até bebida alcoólica é permitido dentro dos hotéis. Se fossem incomodar, teriam que proibir meio mundo de visitar o paraíso…

      Responder
  22. Helton 7 de setembro de 2016 às 13:22

    Muito obrigado pelo post! Eu sou mochileiro e costumo viajar pelo mundo de graça. Existe alguma possibilidade de ir até as ilhas Maldivas por navio ou algum meio de transporte que não exija dinheiro (apenas um trabalho em troca)? Sobre se sustentar lá, eu poderia levar barraca e comida necessária para X dias que eu ficasse.

    Responder
  23. Marcelo 20 de setembro de 2016 às 14:53

    Olha Excelente sua postagem!..
    Me senti super seguro de tentar fazer essa viagem…
    Tudo muito bem informado. era isso que eu estava precisando ler..
    Obrigado, mesmo!!!

    Responder
  24. Jade 14 de novembro de 2016 às 15:08

    Exelente post. Parabéns, eu e meu marido estamos planejando nossa segunda lua de mel para Maldivas, mas o grande problema é que não falamos inglês, acha que seria impossível irmos?

    Responder
    • Carol Wieser 1 de fevereiro de 2017 às 13:53

      Jade, o pessoal do hotel é muito solicito e fazem de tudo para lhe atender bem, falando ou não inglês. Não se preocupe quanto a isso. Aproveite o paraíso <3

      Responder
  25. Leandro A. Pereira 17 de novembro de 2016 às 10:50

    Oi, gostei muito do relato, é bastante completo. Mas ficou uma dúvida, nós planejamos levar nossa filha de 6 anos e gostaríamos de saber se existe um resort/hotel kids friendly nas Maldivas. Com atividades para os pequenos, monitores, playground, espaço kids, etc. Eu sei que é um destino mais indicado para casais em lua de mel, porém minha esposa sonha com esse lugar quase todos os dias e não temos com quem deixar a menina. Obrigado!

    Responder
    • Carol Wieser 1 de fevereiro de 2017 às 13:56

      Oi Leandro.

      O Anantara Dhigu, que fica em anexo do Anatara Veli que me hospedei tinha espaço Kids e bastante crianças no hotel. Não recordo agora de ver atividades e monitores para os pequenos, mas o hotel tinha estrutura para crianças. Claro, não espere parquinhos, escorregadores etc, pois o ambiente em si é romântico e quieto, mas são Kids friendly sim. Já o Anantara Veli não tinha crianças.

      Responder
  26. Camila Andresa Alves 17 de novembro de 2016 às 16:44

    Oi Carol!

    Obrigada pelas informações, estão ajudando muito.

    A brochura que tu baixaste do site não está mais disponível. O link não funciona mais e procuro no site e não encontro nada, devem ter removido…

    Por acaso tu ainda tens?

    Muito obrigada!!

    Responder
  27. Pedro Campos 21 de novembro de 2016 às 15:09

    Excelente post!!! Gostaria de saber se o Vivanta by Taj Coral Reef Maldives, 4* SUP oferecem serviços café da manhã, almoço e jantar inclusos no pacote do quarto ou se é pagando por fora. Você teria essa informação?

    Responder
    • Carol Wieser 1 de fevereiro de 2017 às 13:57

      Oi Luciana, precisa sim! Não consegue fazer a conexão se não tiver visto. O visto pode ser adquirido no próprio site da companhia Emirates. Abs,

      Responder
  28. Tici 5 de dezembro de 2016 às 14:58

    como você fez pra ficar 14 hrs dentro de um avião? rsrsrs foi tranquilo o vôo? tenho pânico de avião, viajo sempre mas sempre morro de medo, quero viajar ano q vem mas meu psicologico está me travando!

    Responder
  29. rmtommasini 26 de janeiro de 2017 às 0:02

    Olá Carol

    Estou planejando minha viagem pras Maldivas. Estou querendo ficar em 2 Resorts diferentes pra aproveitar melhor, você saberia me dizer se tem como se locomover de um Resort pra outro? mesmo sendo meio longe?

    Muito bom o post, está me ajudando bastante.
    Obrigado pelas dicas.

    abrs
    Ricardo M. Tommasini

    Responder
    • Carol Wieser 1 de fevereiro de 2017 às 14:02

      Oi Ricardo.

      Primeiro, voce teria que ver com o segundo resort como funcionaria esse translado, as vezes eles te buscam sem custo algum. Agora, se eles não buscarem e for longe, provavelmente precisaria de um hidroavião, ai, pode custar MUITO caro. Eu lembro de ter visto uma tabela exorbitante de valores no hotel para transfer fora do pacote do hotel. O ideal era ver isso com os hotéis, ou com uma agencia para evitar surpresas financeira desagradáveis.

      Responder
  30. Jessica Ellen 2 de março de 2017 às 16:46

    Sensacional esse post querida. Estou programando a minha viagem de lua de mel e depois de ler, está decidido. Obrigada pelas dicas! Agora vou à caça de um resort rs.

    Responder

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>