Moorea | Lua de Mel na Polinésia Francesa

Como contei para vocês no post anterior sobre Bora Bora, nossa lua de mel foi na Polinésia Francesa: conhecemos Bora Bora, Papeete (Tahiti) e Moorea. Nesse post, vou contar um pouquinho sobre como foi nossa estada em Moorea, onde passamos 3 dias no hotel Intercontinental Resort & Spa Moorea.

Moorea é bem diferente de Bora Bora, mas igualmente linda e encantadora. São cores diferentes, muita natureza e se tem a sensação de estar dentro de uma floresta – é muito verde!

Por isso, se você tem dúvidas sobre quais ilhas escolher para conhecer na Polinésia Francesa, inclua Moorea sem medo.

Cada dia uma nuance
Cada dia o mar tem uma nuance diferente! Essa vista é da sacada do nosso bangalô
bangalos na polinesia francesa bungalow tahiti taiti
E cada dia, a vista é diferente, o mar tem outra cor e tudo muda!

O voo de Papeete para Moorea foi muito curto, acho que não durou nem 15 minutos – pudera, são apenas 18Km entre as duas ilhas. Quando se está numa ilha, é possível enxergar a outra.

Fomos recepcionados pelo pessoal da nossa agência quando chegamos ao aeroporto e, no caminho para o hotel, o motorista parou o carro e: Tchan Tchan Tchan!!! Nos deparamos com esse visual – não consigo esquecer dessa paisagem – vou levar para toda minha vida! É tudo e mais um pouco do que eu esperava encontrar!

Isso é Moorea!
Isso é Moorea!
Gostou?
Gostou?

Chegando ao hotel, fomos dar uma caminhada e pudemos ver um show de cores! Falando nisso, escolhemos em toda nossa viagem a rede Intercontinental de hotéis e não nos decepcionamos em nenhum deles, recomendo!

Ele é bem estruturado e conta com 2 restaurantes (Fare Nui e Fare Hana) e um bar (Motu Iti Bar). Eles dispõem de vários tipos de quartos:

– Quartos simples (Lanai Room): não é bangalô e não fica na beira do mar;

– Bangalôs na praia (Suite Bungalow Beach): como se fosse uma casa à beira mar, você sai dele e está na areia da praia, com vista para o mar;

– Bangalôs no jardim com ou sem piscina privativa (Suite Bungalow Garden – avec pool ..or not): geralmente sem vista para o mar;

– Bangalôs sobre a água: apesar de ser na água, a parte de trás dele é apoiado na terra (fiquei nesse).

Nós pagamos por um bangalô no jardim com piscina e tivemos upgrade devido ao Cartão Ambassador para um sobre água (overwater) numa parte do hotel super restrita, onde, teoricamente, outros hóspedes não podiam entrar. Na minha opinião, era o bangalô com a melhor localização do hotel (yupiiiiiiii) e a segunda foto desse post é a vista que tínhamos da sacada. Outro plus, é que tinha muitoooo peixe e vida marinha na região do bangalô – mergulhávamos com snorkel o dia todo 🙂 .

Para os curiosos, assinalei o nosso bangalô na foto onde tem o mapa demonstrativo das localizações dos bangalôs.

Nuances do mar da Polinésia Francesa
Nuances do mar da Polinésia Francesa
A água é muito cristalina
A água é muito cristalina – aqui os bangalôs overwater – apoiados em terra
Vista Aérea do hotel Fonte: Google Imagens
Vista Aérea do hotel
Fonte: Google Imagens
Saudade desse lugar
Saudade desse lugar
Não parece propaganda do chocolate prestígio?! rsrsrs
Não parece propaganda do chocolate prestígio?! rsrsrs
Fonte: Google Imagens
Fonte: Google Imagens
Piscina Intercontinental Moorea Fonte: Google Imagens
Piscina Intercontinental Moorea
Fonte: Google Imagens
Surreal!
Surreal!
Perfeito!
Perfeito! Vista do nosso quarto
Cada ponto do hotel, uma cor!
Cada ponto do hotel, uma cor de mar!
Nosso bangalô
Nosso bangalô. Quem for, tente se hospedar nessa região do hotel – assinalei na foto abaixo a localização dele
Faça o máximo possível para ficar nos bangalôs indicados pela seta, são perfeitos!
Faça o máximo possível para ficar nos bangalôs indicados pela seta, são perfeitos!
Prontinho nos esperando no quarto - melhor abacaxi ever!
Prontinho nos esperando no quarto – melhor abacaxi ever!
Até eles gostam do abacaxi daqui
Até eles gostam do abacaxi do Tahiti
Nossa sacadinha em Moorea
Nossa sacadinha em Moorea
Sala de nosso bangalô
Sala de nosso bangalô
Nosso quarto
Nosso quarto
O banheiro
O banheiro
Pôr do Sol - e a água, mais limpa impossível!
Pôr do Sol – água mais limpa impossível!

Além da estrutura, há um grande diferencial nesse hotel: fica dentro dele o Dolphin Center de Moorea. Ou seja, ali, pertinho de você, há show de golfinhos e atividades que você pode fazer com eles, uma beleza! Todos os dias passávamos em frente e pudemos ver vários shows desses seres tão dóceis e adoráveis.

Dolphin Center - o melhor que conseguimos
Dolphin Center – o melhor que conseguimos fotografar

Além de atividades com golfinhos, há outras diversas disponíveis: Passeios de barco para alimentar tubarões e arrais, passeios para fazer pesca oceânica, aulas de kitesurf, passeios de quadriciclo ou scooter, jet ski, etc.

Como gosto de uma aventura, escolhi fazer o passeio de quadriciclo. Ele faz um percurso bem longo, passando por plantações de abacaxis, riachos, montanhas e por fim, o topo de um morro onde se tem uma vista estonteante.

Infelizmente o dia desse passeio foi o único em que choveu nos nossos dias na Polinésia. Mas nem por isso desistimos, partimos para a aventura!

Aventura em Moorea
Aventura em Moorea
Abacaxis da Polinésia Francesa - um sucesso!
Abacaxis da Polinésia Francesa – um sucesso! Pode trazer 100?

natureza polinesia francesa taiti

Espetáculo de natureza
Espetáculo de natureza
Aventura imperdível!
Aventura imperdível!

panoramica oorea taiti polinesia francesa

Vista do mirante que fomos de quadriciclo
Vista do mirante que fomos de quadriciclo

Essa foi nossa experiência em Moorea. Recomendo a visita e o hotel.

Espero que tenham gostado e não deixem de conferir o post sobre Bora Bora (clique aqui). Casamento em Bora Bora (clique aqui), Papeete e Dicas Úteis sobre Bora Bora/Tahiti (clique aqui).

Um beijo,

Vanessa

Colaboradora do blog, tem paixão por tudo que se relaciona a viagens: adora o antes, o durante e o depois de todas elas. Sua perdição é perder-se pelas cidades que está descobrindo. Contato: vanessa@travelforever.com.br

11 Comentários

  • Andressa

    Vanessa,

    Mil suspiros!
    Revivi minha estada em Moorea com esse post. Que lugar sensacional! E que fotos!
    Aquela tua e do marido juntos na frente das cadeiras de praia é exatamente em frente ao bangalô que ficamos.
    Sim, o cartão Ambassador é uma dica quente! Melhora a qualidade da estadia.
    E que tal sair direto da casinha e ir mergulhando com os peixes? E a vista para o Legends???
    Quer voltar um dia? I do! Hehehe

    Beijao,
    Andressa

    • Vanessa Thiesen

      Eu sou suspeita, pois gostei demais de Moorea. A região do seu bangalô era excelente também, né?
      Estou com muitas saudades de lá..vontade de fazer um snorkel naquela lagoinha…
      Não sabia que o nome daquele monte era Legends – fabulosa essa vista dele, hein?

      E boa viagem!!!!
      Bjao
      Vanessa

  • Zellany

    Ai que maravilha esse post! Adorei! E o melhor de tudo é saber q eu estava lá na mesma época e vivi todo esse mixto de sentimentos e sensações… É um paraíso mesmo! Além do que conheci pessoas maravilhosas como vc e a Andressa.
    Bjo grande e continue postando… To amando tudo!
    Zellany

    • Vanessa Thiesen

      Oi Elaine!
      Pelo que sei, basta apresentar no check in. Mesmo assim, eu preferi informar os hotéis com antecipação – não queria correr riscos. Mas foi bem tranquilo,não tivemos problemas em nenhum hotel.
      Já viu o post das dicas e informações úteis sobre a viagem?
      Att,
      Vanessa

      • Elaine

        Oi Vanessa, vi sim…
        O que estou com mais medo é o fato de que iremos casar no final de Novembro e no caso teríamos que ir para lá em Dezembro, e pelo que vi é o mês que mais chove… =/..
        Tô arrasada com isso, pois ir para uma beleza dessas e pegar mta chuva não compensa, neh?
        Enfim, estamos numa dúvida eterna!!!

        • Vanessa Thiesen

          Oi Elaine!
          Tempo é aquela coisa: pode ser bom, pode ser ruim…e não tem como prever isso. Você pode ir na época de menor chuva nas médias…e chover! Mas sabe, se é seu sonho, vá!
          Peguei um dia de chuva em Moorea, mas aproveitei igual 🙂 Foi exatamente no dia de fazer o passeio de quadriciclo – colocamos capas protetoras e lá fomos nós, felizes da vida…

          Bjss,
          Vanessa

  • Arthur Farias

    Oi Flávio!
    Vi sua postagem aqui no site e gostaria de entrar em contato contigo para saber dicas de como programar essa viagem, pois pretendo realizá-la no início de Dezembro/2014. Você pode me enviar seu e-mail? Segue o meu: arthurcrfarias@hotmail.com
    Agradeço demais.
    Abraço,
    Arthur.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.