Comendo Mundos :: Ostra Viva (e escondida) da Baía de Guaratuba :: PR

Posted by & filed under AMÉRICA DO SUL, BRASIL, Guaratuba, Paraná.

Ostra Viva Guaratuba PR

Ostra Viva “in natura”, grelhada ou gratinada!
Para os amantes desta iguaria, tenho uma dica pra lá de escondida! Daquelas preciosas, quase uma pérola – de ostra claro! 😛
Por indicação de um casal de amigos (Roni e Dedé), experimentei as ostras mais rústicas e nativas da minha vida, e aqui bem pertinho, em Guaratuba PR. Deliciosas, e sabe o que é mais impressionante, que mesmo morando no Paraná há 15 anos, não sabia da existência desses moluscos aqui em nosso litoral!!!


Visualizar Projeto Ostra Viva em um mapa maior

Pra chegar lá é simples, indo pela BR 277 é só seguir em direção a balsa de faz a travessia de Caiobá-Guaratuba. Ao lado do FerryBoat (não atravesse), continue pela Estrada do Carabaquara (siga as placas). Apesar de ainda estar do lado de “Caiobá”, a comunidade pertence a Guaratuba PR! Depois de passar pelo Iate Clube de Caiobá, a estrada vira de chão, e mais um pouquinho, já aparecerão os primeiros restaurantes/fazendas de ostras.

Fazenda Marinha Ostra Viva Guaratuba PR

Fazenda Marinha Ostra Viva Guaratuba PR

Projeto Ostra Viva Baia Guaratuba PR

São lugares simples e rústicos. O cultivo das ostras é feito no próprio “quintal”, um privilégio da natureza, já que as casas dos produtores ficam às margens do Estuário da Baía de Guaratuba. A região, segundo o Projeto Cultimar da Universidade Federal do Paraná, produz as melhores ostras do país… Não sabia desse detalhe, mas as águas quentes, escuras e abrigadas da Baía de Guaratuba fornecem as condições perfeitas para o cultivo desses moluscos esquisitos e deliciosos. Com todo esse descritivo, não dá pra não provar né???

Projeto Ostra Viva baia Guaratuba PR

Projeto Ostra Viva Baia Guaratuba PR

Projeto Ostra Viva Baia Guaratuba PR

Projeto Ostra Viva Baia Guaratuba PR

Comemos no Ostra Viva, restaurante que nos foi indicado, do simpático Seu Miltinho (Hamilton Kirchner) o mais antigo produtor local. Ele nos deixou super a vontade assim que colocamos os pés em sua propriedade. Nos levou até o criadouro, nos mostrou sua produção e nos serviu as ostras fresquinhas. Como tinha muita opção no menu, fez um mix de produtos, mandando 2 exemplares de ostras de cada sabor. Um capricho só, assim pudemos provar TODAS as iguarias de seu cardápio. 😉

Projeto Ostra Viva Baia Guaratuba PR

Projeto Ostra Viva Baia Guaratuba PR

Projeto Ostra Viva Baia Guaratuba PR

Ostras de Guaratuba

Ostras Guaratuba PR

Todas deliciosas, da tradicional ostra crua à clássica gratinada. Para outros paladares mais ousados, tem ostra ao Pesto, ostra à Mexicana, e até adocicada com Chutney de Manga, por exemplo. Tudo preparado ali, na brasa de uma churrasqueira simples, nos fundos de sua propriedade. O atendimento feito pelo próprio Miltinho e por sua esposa Carol (minha xará), foi pra lá de especial. Caprichosamente nos deixaram super a vontade! A Martina deu comida pros bodes de seu quintal, comeu banana do pé, brincou com os cachorros e voltou todinha picada pelos simpáticos mosquitos litorâneos. E olha que passei repelente, inclusive eles fornecem esse mimo lá, mas venhamos, lugar natural sem mosquito não tem graça, não concordam?!?!

Ostra Viva Guaratuba PR

Ostra Viva Guaratuba PR

Então fica a dica para uma escapada da selva de pedra Curitibana, comer Ostra Viva (ou de outro jeito) em Guaratuba!
É pertinho… dá pra passar um dia pra lá de diferente com a criançada e ainda levar algumas duzias dessa iguaria para ser preparada em casa, se preferir!

Conheça a Carol Wieser

Carol Wieser escreveu 165 posts para o TRAVEL FOREVER.

Criadora e editora do blog, adora colocar os pés na estrada! Está sempre planejando uma nova viagem. Sua Bucket List é enorme (e azul), dificilmente irá conhecer todos os destinos que deseja, mas continua esperançosa!

Veja também:

Tags: , , , ,

12 Responses

  1. Vanessa Thiesen 2 de outubro de 2012 às 9:39

    Que legal..não imaginava que havia esse lugar por aí!
    Mas preciso dizer algo: aqui em SC dizem que as melhores do país são as de Floripa hehehe

    Responder
    • Carol Wieser 2 de outubro de 2012 às 12:11

      Risos, tá certo, a melhor forma de vender o peixe é valorizando o de casa, né!!!
      Mas olhe Vanessa, eu que não como ostra crua, experimentei. E realmente, pela primeira vez não senti aquele gosto forte característico. A ostra daqui é suave, ou o limão que é boooooom demais xD
      Preciso ir pra Floripa tirar a teima agora!!!
      Descobri que tem OSTRA VIVA ai também. Corre fazer um post!!!
      :p

      Responder
  2. Gustavo - V&P 2 de outubro de 2012 às 13:51

    Oi Carol

    Muito legal esta proposta.
    Ostras são uma tentação. Aqui em Floripa dizem ser a melhor, em Buzios dizem ser a melhor e agora no Paraná.
    Teremos que pedir um campeonato Brasileiro de Ostras kkk
    😉
    @GusBelli

    Responder
  3. Michel 3 de outubro de 2012 às 13:02

    Oi Carolz, já tinha comentado no FB mas passo por aqui também! Esse post é bãoooooo demais da conta 😀

    Lindo trabalho, como sempre! Coisas mudam, tempo passa, mas a essência das coisas boas ficam!

    Bjo grande pra vcs e mta paz, Michel

    Responder
  4. claudia liechavicius 8 de outubro de 2012 às 11:20

    Carol,

    Amo ostras, mas me atrevo a comer em lugares como esse. Onde eu vejo de onde elas estão saindo. Já passei muito mal na Austrália comendo ostras frescas e fiquei cheia de traumas com as bichinhas. Pena Pois, adoro!!!
    Beijos
    Claudia

    Responder
    • Carol Wieser 8 de outubro de 2012 às 14:01

      Claudia,

      Comer ostras sem saber a procedência pode ser perigoso mesmo. Mas nesse lugar dá até vontade de experimentá-las cruas, pois são frescas mesmo!!! Venha pro sul experimentar algumas delas conosco 😉

      Responder

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>