Explorando Sydney a pé: Darling Harbour e Chinatown.

Posted by & filed under AUSTRÁLIA, OCEANIA, Sydney.

Segundo roteiro para explorar Sydney a pé: Darling Harbour e Chinatown! Imperdível, Darling Harbour é um local que parece que foi construído e planejado para agradar os turistas. Funciona como um grande centro cultural e social, recheado de opções de entretenimento, restaurantes, museus e muito mais. Vale a pena explorar todo o local. Logo adiante está Chinatown, o bairro chinês mais popular da cidade e belíssimo com sua decoração típica.

Darling Harbour e Chinatown.

(2° Dia de Caminhada)

O Mapa:

Exibir mapa ampliado

O Roteiro:

Vamos começar nosso roteiro pelo bairro atrás do Darling Harbour chamado Ultimo. Aqui nossa primeira visita será no Powerhouse Museum (A) – um museu de história, ciência e tecnologia que foi construído dentro da antiga estação do extinto bondinho elétrico de Sydney.

Depois de sua visita ao PH museu, caminhe sentido norte pela Harris Street até chegar à Pyrmont Street, vire nela a direita e logo depois pegue a Murray Street à direita também (parte leste do Darling Harbour). Pronto agora você chegou ao Australian National Maritime Museum (B). Esse museu mostra a história das expedições marítimas desde os primórdios aborígines da Austrália até o presente.

Um pouco adiante do museu, cruzando por cima do Darling Harbour você vai passar pela ponte Pyrmont Bridge (C), que foi a primeira ponte móvel elétrica do mundo.

Depois da ponte, desça as escadas e pegue à esquerda, caminhe costeando o harbour até encontrar o Sydney Aquarium (D) – um dos melhores aquários que já visitei, com túneis submersos onde dá pra passar por baixo e apreciar a vida marinha australiana. Ao lado está a mais nova atração da cidade: Sydney WildlifeWorld (E) onde você pode conhecer um pouco dos diferentes habitats selvagens da Austrália e alguns dos animais típicos da região.

Ainda no mesmo sentido, continue pelo píer até o King Street Wharf (F), um local recheado de cafés, barzinhos e restaurantes para alegria dos famintos e loucos por frutos do mar (eu). Voltando por onde veio, passando novamente por debaixo da ponte, logo após você vai encontrar outro ponto de gastronomia e entretenimento chamado Cockle Bay Wharf (G), tanto de um lado, quanto do outro do harbour (H) – é importante explorar tim tim por tim tim do lugar para não perder nenhum detalhe.

Um pouco mais a frente está o IMAX Theatre (I), aproveite para ver um filme 3D em na maior tela deste gênero do mundo. Continuando a caminhada, logo atrás do Imax está o Tumbalong Park (J) e na seqüência o Chinese Garden (K) – um jardim belíssimo, desenhado por um arquiteto chinês em 1988.

Depois de passar pelo Chinese Garden, mais a frente na Harbour Street você vai encontrar o Sydney Entertainment Centre (L), um local cheio de atrações noturnas e shows (confira a programação no site).

Ainda continuando na Harbour Street (depois ela vira Hay Street) você vai desembocar no Paddy`s Market (M), o mercado público mais popular de Sydney – aqui vende de tudo, desde itens básicos para sua geladeira: frutas, verduras, carnes e peixes até quinquilharias chinesas diversas.

Termine sua caminhada cruzando pela Dixon Street (N), o centro histórico de Chinatown e tire a famosa foto no portal chinês da rua Dixon. Lugar típico, cheio de placas coloridas, luzes e restaurantes asiáticos. Tenha muito censo de humor e desfrute da hospitalidade louca do lugar 🙂

Observação importante, não se atenha apenas ao meu roteiro, é importante explorar ao máximo o local!!




(fotos sem créditos – web)


Caso depois de tudo isso você ainda tiver disposição, aproveite para:

– Andar de Monorail (faz o perímetro DH) ou Light Rail (Bondinho que passar por Chinatown e DH)
– Pegue um Yellow Water Taxi e veja o habour de outro ângulo
– Fazer um mini cruzeiro com o famoso Captain Cook Cruises ou outro similar
– Visitar o Sydney Aquarium e tirar uma foto em baixo de um tubarão branco
– Visitar o Sydney WildlifeWorld e tirar uma foto com um Coala ou Canguru

Dica Importante:

Tickets com desconto para várias atrações neste site: MyFun

Veja o mapa do Darling Harbour:

Fonte: www.darlingharbour.com

Conheça a Carol Wieser

Carol Wieser escreveu 165 posts para o TRAVEL FOREVER.

Criadora e editora do blog, adora colocar os pés na estrada! Está sempre planejando uma nova viagem. Sua Bucket List é enorme (e azul), dificilmente irá conhecer todos os destinos que deseja, mas continua esperançosa!

Veja também:

Tags: , , , , , , , ,

11 Responses

  1. Juliana 2 de abril de 2011 às 9:38

    Babando nos seus mapas! preciso aprender a fazer isso urgente! Estava falando sobre isso com o Fabio ontem. Sou bem "básica" nas ferramentas ainda, mas vou aprender! Workshop já Carol!!! rsrsrs

    Responder
  2. Michel 4 de abril de 2011 às 17:14

    Oi Carolzzzzzz

    Passear por Sydney é bom até mesmo virtualmente, ainda mais no teu blog! 😀

    Queria ter aproveitado mais a AUS, mas acabei apaixonando por uma européia e aí já viu.. vim parar na neve! uhauhauhauhhaa

    Aproveito pra repassar a msg q deixei pra vc no RPM aqui abaixo! Bjo!

    Discuti bastante com a galera e resolvemos usar temas bem genéricos mesmo, porque – por exemplo – 300 fotos de por-do-sol ficaria meio chatão, né? 😀

    Então retomei um pouco da minha época de maluco beleza e deixo tudo na lei! :))

    Segue teu instinto que fotos iradas eu sei que não faltam aí!!

    Bjo e paz!

    Michel

    Responder
  3. Julio Armando 9 de abril de 2011 às 7:18

    Oi Carol, parabéns pelo site!

    Obrigado por me visitar no Turisticamente Correto, estou colocando o TravelForever nas indicações. Vou passar por aqui sempre para ver as novidades.

    Abração

    Responder
  4. Carmen Lucia 14 de novembro de 2012 às 14:27

    Excelente este maravilhoso post.
    Era tudo o que eu precisava para poder explorar Sydney a pé.
    Ficou sensacional com roteiro e rota com mapa.
    Parabéns!

    Responder

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>