Los Roques: Mergulhos

Posted by & filed under .Mergulhando Overseas, AMÉRICA CENTRAL (CARIBE), Los Roques, VENEZUELA.

LR_81

As águas transparentes e quentes de Los Roques são um convite para mergulhar, seja de cilindro ou apenas com snorkel e máscara em alguma praia.

Mas para os mergulhadores autônomos, Los Roques reserva algumas surpresas extras como uma exuberante barreira de corais que circunda o arquipélago e uma enorme quantidade de vida marinha. Com visibilidade média de 50 metros, e temperatura média de 26 C, o mergulho é espetacular. Ë como se a gente tivesse submergido em um enorme aquário marinho com um ecossistema extremamente equilibrado. Existem mergulhos para todos os gostos, de florestas de corais rasas (10-15 m) a montanhas submersas (30-35 m) onde é possível avistar moréias, lagostas, garoupas, bodiões, barracudas e se tiver sorte até tubarões lixa.

Para agendar seu mergulho, existem 3 operadoras em Gran Roque, que são:
Ecobuzos (que usamos, com o instrutor Jesus)
Aquatics Diving Center
Arecife Reef Divers

As três operadoras trabalham no mesmo esquema, saem no período da manhã e voltam geralmente no período da tarde. O valor, que inclui uma saída com duas imersões e todo o equipamento, custa em média U$ 80. Este preço não inclui almoço, portanto é necessário levar seu cooler (marmita) com você, pois assim não corre o risco de babar na comida dos outros.

Fizemos 6 mergulhos com a Ecobuzos, em companhia do tão famoso instrutor Jesus. Todos os pontos foram muito bons. Minha única reclamação é que o barco saia muito tarde do píer (pelas 11h) e por conta disso, o mergulho ocupava praticamente o dia todo. Se o passeio saísse mais cedo, poderíamos ainda aproveitar o restinho do dia em outro lugar. Em 3 dias de mergulho, teve apenas 1 que conseguimos na volta ficar umas horinhas (ainda) na praia de Francisqui. Nos outros dias, tivemos que voltar para a pousada, pois o barco retornou muito tarde.

Então vamos aos pontos:

La Buceadora
profundidade: 20 metros
Fica a apenas 5 minutos de barco de Gran Roque, e possui uma fauna e flora bem diferente dos outros pontos de mergulho que fizemos. Por ficar perto da encosta, possui um fundo de mar rochoso, mas com alguma variedade de corais moles e esponjas. Aqui é possível ver lagostas, moréias e alguns peixes coloridos.

LR_53

LR_51

LR_52

LR_54

LR_55


Morito
profundidade: 14 metros
Do lado de La Buceadora, Morito é um mergulho mais light, com uma formação rochosa parecida com o primeiro. Este ponto é conhecido por ser um local onde é feito casamentos subaquáticos. Possui alguns “utensílios” deixados no fundo do mar para entreter os aqua-turistas como privadas, telefones, cadeiras etc. Sem muitas emoções.

LR_56

LR_57

LR_58

LR_59

LR_60

LR_61

LR_62


La Guasa

profundidade: 30 metros
Um dos Tops 3 points de mergulho de Los Roques. Fica um pouco mais a frente de La Buceadora, em mar aberto. La Guasa é uma montanha que emerge das profundezas até quase a superfície. Para mergulhar, descemos direto até os 30 metros e o mergulho é feito ascendente em forma de espiral, circulando a montanha até os 5 metros. Foi um dos melhores mergulhos, com muitos peixes grandes como barracudas, garoupas, moréias, frades, e outros muitos peixes coloridos de arrecifes.

LR_63

LR_63_1

LR_64


Floresta de Corais em Madriski

profundidade:13 metros
Consiste em uma grande jardim de corais duros, moles e esponjas no canal de Madriski. Ideal para iniciantes pois proporciona um mergulho bem claro e super colorido.

LR_65

LR_66

LR_67

LR_68

LR_69


Maceta de Cote
profundidade: 22 metros
Ponto de mergulho que fica na barreira de coral ao sul, e leva em torno de 40 minutos de barco até chegar lá. Considerado uma das formações de corais mais bonitas do caribe faz jus ao título. A variedade de cores e vida marinha é surpreendente. A transparência do mar azul chega a ser até irritante. O mergulho começa no raso – 2/5 metros e cai ao 22, onde um areial faz o fundo. Se pudéssemos ir mais adiante, esse areial cairia em paredão para 1500 metros de profundidade. Porém o mergulho só é permitido aos 22. E sem dúvida, um dos Tops 3 de Los Roques. Todos os peixes de arrecifes possíveis aqui estão, e super coloridos.

LR_71

LR_70

LR_72

LR_73

LR_74

LR_75


Boca de Cote

profundidade: 15 metros
Este mergulho é feito aos 15 metros, sempre costeando a barreira de corais. O mais impressionante é a quantidade de peixes e crustáceos que habitam esse local. E é muito peixe, e muito colorido, cheguei até ficar tonta com a variedade de cores deste mergulho. Sem dúvidas, quem for a Los Roques deve fazer esses pontos da barreira sul.

LR_76

LR_77

LR_78

LR_79

LR_80

LR_81

 

Conheça a Carol Wieser

Carol Wieser escreveu 165 posts para o TRAVEL FOREVER.

Criadora e editora do blog, adora colocar os pés na estrada! Está sempre planejando uma nova viagem. Sua Bucket List é enorme (e azul), dificilmente irá conhecer todos os destinos que deseja, mas continua esperançosa!

Veja também:

Tags: , , , , , ,

22 Responses

  1. Fabiana 12 de setembro de 2009 às 16:09

    Estava ansiosa para ver as fotos dos mergulhos!!! Todas simplesmente lindas, cores vibrantes. No entanto, a que me chamou mais atenção foi a primeira postada sobre "Maceta de Cote". Um azul profundo, de tirar o fôlego… espetacular!

    Beijos,

    Responder
      • Arthur 15 de setembro de 2009 às 17:35

        Existe uma chamada de "bailarina espanhola"… é vermelha e se movimenta rodando as franjas pela água, daí o nome. Quem se amarra no mar tem que ter a coleção "Blue Planet", da BBC / Abril – Superinteressante, em 4 DVDs. É de 2004, mas acho que ainda dá para encontrar.
        Beijos

        Responder
  2. Michel Zylberberg 14 de setembro de 2009 às 2:25

    Oi Carolz!!!!!
    Talvez estaremos indo para a Tailândia em janeiro e quero podemos fazer umas fotos com essas tuas! Estão incríveis, como sempre!!!! O mar esconde sempre tantas maravilhas e temos que aproveitar mais quando temos chance. Veremos!
    Bjo e boa semana!!
    Michel

    Responder
  3. Pedro Serra 18 de setembro de 2009 às 21:52

    Nossa… quando eu fui viajar ainda não tinha esse monte de post sobre Los Roques aqui não. Muito bom, excelentes fotos. Principalmente as de moréias. Adoro fotos de moréias… vai ver porque eu morro de medo do bicho e invejo quem tem coragem de chegar assim pertinho deles.

    Quando eu crescer eu vou ter um equipamento de foto sub, aí vocês vão ver… por enquanto, continuo pagando para fazerem books subaquáticos da minha pessoa.

    Bjs

    Ps.: depois dessa série de posts, Los Roques está entre os primeiros na minha `to do` list.

    Responder
  4. CarlaZ 24 de setembro de 2009 às 15:37

    Carol,
    essas suas fotos estão realmente maravilhosas! Sabe que não consigo tirar fotos no mergulho…aliás quase não consigo ficar parada!
    Estou com tanta vontade de ir…
    Beijos

    Responder
  5. Luisa 3 de outubro de 2009 às 15:04

    Oi Carol
    Impossivel nao ser repetitiva, mas QUE FOTOS MARAVILHOSAS!!
    E eu nao sabia que Los Roques fosse tao boa pra mergulhos; vejo sempre as pessoas falando só da praia. Bom saber! 😉
    Bjs

    Responder
  6. Carol Wieser | Trave 28 de outubro de 2009 às 15:40

    Valeria e Luciana

    A máquina que eu uso atualmente é uma Sony Cyber-shot DSC-N2, uma compacta bem pequena e prática. Já as fotos de mergulho, para poder tirá-las eu uso a caixa estanque para esse modelo de maq. que chama Marine Pack MPK-NA. Para melhorar a nitidez das fotos sub, eu ainda uso um filtro pra tirar o azulado: VF-MP5K.

    Nada profissional, tudo amador!!!
    😉

    Responder
  7. Oscar e Mayra 9 de outubro de 2010 às 20:55

    Exelente matéria…..muito boa as dicas nos ajudará muito estamos programando essa viagem para ano que vem. Maravilha de fotos principalmente do mergulho…..adoramos.

    Responder
    • Carol Wieser 21 de junho de 2012 às 23:40

      Oi Gustavo,

      Humm…Não posso fazer um comparativo pois não estive em Curaçao ainda! Mas em Los Roques fiz os 6 melhores mergulhos da minha vida!
      Por isso minha resposta seria tendenciosa para Los Roques, afff 😛

      Responder
  8. Simone 24 de agosto de 2012 às 14:47

    Nossa Carol…que experiências e fotos fantásticas! Eu ia perguntar qual era o seu equipamento fotográfico, mas vi que já respondeu nos comentários acima. Achei que era uma GoPro. Vou anotar esta da Sony para pesquisar. (suas fotos estão longes de ser amadoras).
    Vc ia fazer a festa lá em Galapagos, embora a parte de pedras e fundo não tenha este colorido todo e nem corais, é mais "pedregoso"/vulcânico mesmo. Mas esta foi a impressão que tive só fazendo snorkel, pois não temos prática em mergulho, de repente mais profundo pode ser que tenha mais variedade e cor.

    Responder
    • Carol Wieser 26 de agosto de 2012 às 14:34

      Oi Si.
      Galápagos esta na listinha faz temmmmpo! Por ser um fundo vulcanico, deve existir muita vida marinha. Tenho amigos que mergulharam com tubarões em galapagos e falaram que é irado!!! Eu iria adorar ver tantos bichinhos diferentes em baixo da agua… glub glub 🙂

      Responder

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>