Los Roques – da preparação à viagem.

Posted by & filed under AMÉRICA CENTRAL (CARIBE), Los Roques, VENEZUELA.

LR_02

A primeira vez que li sobre Los Roques foi em uma revista que não me recordo qual. Lembro que era uma reportagem ilustrada falando da beleza e intitulando o lugar como Tahiti Caribenho. O texto trazia muitas informações, porém uma preciosíssima: a que os turistas ainda não tinham “invadido” aquele lugar. Isso era tudo que uma reportagem podia relatar para mim, que sou aficionada por lugares diferentes!

LR_02
Tratei logo de “googlear” sobre o destino e voilá que encontro o site *antiguinho* do Ric, e com todo aquele apelo “Caraca” no texto, me encantei de novo. Li, reli, e comecei a buscar e pesquisar o destino na net cada vez mais. Na época cheguei a cotar com uma operadora (não lembro qual), mas o pacote completo incluindo o aéreo ficava um absurdo e acabou dando com os burros na água. Tá, a vontade passou e viajei pra outros lugares nesse meio tempo, juntando milhas. Ano retrasado o Breno postou Los Roques com muuuitas fotos de mergulho… e PRONTO, não faltava mais nada pra eu decidir definitivamente que iria pra lá. Nessas alturas já estávamos com milhas (20.000/pax) suficientes pra trocar pela passagem aérea, que já significava uma economia de U$ 900/pax. Me organizei e este ano fui correndo na agência da TAM aqui em Curitiba e a minha maior surpresa foi saber que, o trecho aéreo que a princípio seria apenas GRU>CCS, se transformou em CWB>GRU>CCS. Não tinha a mínima idéia que as milhas cobriam todo o trecho interno também… Eu imaginava que todas as passagens que provinham de milhagens cobriam apenas saídas a partir de São Paulo. Melhor ainda, com o aéreo definido, só faltava escolher a pousada e nos mandar pra lá!!!

Nos blogs que relatavam Los Roques (que não são muitos), li sobre pousadas como Dona Magali, Dona Carmen, Guaripete, Ecochallenge, Macanao, etc… E depois de várias pesquisas positivas, optamos em ficar na La Cigala com pensão completa. Achei melhor não errar na hospedagem, pois já sabia que Los Roques seria um lugar bem rústico e a comida diária iria depender diretamente da qualidade da pousada. Pra quem não sabe e está querendo ir pra lá, não existem restaurantes na maioria das ilhas. É a pousada que faz sua marmita refeição e manda junto em um cooler cheio de bebidas, para você poder almoçar e passar o dia. Se você não optar por pensão completa, pode ficar sem almoço. E já imaginou se a comida for horrível???? Venhamos, já passou nosso tempo de pindaíba pra ficar em qualquer lugar. Hoje em dia eu primo por uma boa hospedagem (boa comida e banho de água quente pelo menos), e sinceramente acho que Los Roques é um desses lugares que não dá pra economizar na hospedagem, senão você pode se dar mal e ficar morrendo de vontade de voltar pra casa antes do tempo.

Depois de tudo arranjado, acho que a pior parte da pré-viagem foi fazer as malas. O peso permitido por pessoa no trecho Caracas > Los Roques pela empresa que estávamos usando – Aerotuy é de apenas 10 kg/pax. Minha mala, sozinha, já pesava quase 5 kg (:-?). O jeito foi enxugar ao máximo o peso. Pouca roupa, alguns biquínis, saídas de banho, vestidos e nenhum sapato além da boa e velha havaiana (ops, tinha tbm do tênis que foi no pé). Mesmo assim, a hora que fui colocar os apetrechos indispensáveis como protetores, cremes pós-sol, xampu, condicionador, repelente, etc… Minha mala já estava pesando 14 kg, e a do maridex uns 12 kg. AZAR, fomos assim mesmo, com a certeza que iríamos pagar excesso de peso.

Saindo de São Paulo, o vôo até Caracas é um pouco cansativo, pois a TAM faz uma conexão em Manaus que demora um pouco. Chegamos a Caracas, às 6:00 da matina e nosso avião para Los Roques saía às 9:00. Chegamos cedo ao balcão da Aerotuy para fazer o check-in e na hora de despachar nossas malas, ninguém falou nada do excesso de peso (acho que tivemos sorte). Pagamos as taxas nacionais obrigatórias (BsF 27,5/pax), e ingressamos no portão correspondente. Nosso vôo que era pra sair às 9:00, acabou saindo apenas às 11:00, sem nenhuma explicação. O avião da Aerotuy é um dos melhores que faz este trecho aéreo, mas mesmo assim é antigo e o ar condicionado não dá conta do recado. Êta calor!

LR_06

Saguão Nacional – Aeroporto Maiquetía

LR_08

Taxa Aeroportuária Nacional = BsF 27,5

Antes de ir, li muito sobre a questão dinheiro x malandragem venezuelana. Já sabíamos que fazer o cambio oficial era inviável, pois eles pagam U$ 1= BsF 2,15. Já no cambio negro que rola solto no aeroporto de Maiquetía, paga U$ 1 = 5-6 BsF. Sabíamos também que cambiar no mercado negro além de vantajoso era BEM arriscado. Li histórias cabulosas de cambistas que pegam seu dinheiro e quando você está distraído trocam a sua nota de U$100 boa por uma falsa e te devolve dizendo que seu dinheiro é ruim… E nessa brincadeira, você pode levar um bom preju. Depois de tantos alertas, nossa preocupação era de nos prevenir dos MALANDROS. Sabe o que fizemos? Levamos U$300 em notas de U$20, grampeadas de 5 em 5. Assim, eles não tinham como trocar nossas notas (pois estavam grampeadas), ou mesmo dizer que eram falsas, já que “geralmente” eles aplicam esse golpe sobre notas de U$ 100. E funcionou… Deste modo não tivemos problemas nenhum ao fazer o cambio no aeroporto. Trocamos com um senhor, no terminal nacional, em frente ao balcão da Aerotuy. Porém acho que trocamos dinheiro demais, foram U$ 400 pela cotação de 5 BsF. Tinha lido que em Gran Roque era impossível trocar dinheiro que não fosse ao cambio oficial, e não quis correr o risco de ficar sem Bolívares lá. Mas foi em Gran Roque que achamos a melhor cotação. E engana-se quem acha que não tem lugar pra trocar na ilha. Qualquer biboca troca seu dinheiro a 5 BsF, 5,5 BsF e até 6 BsF. Na pousada mesmo conseguimos trocar a 5,5 BsF. Hoje eu trocaria apenas U$ 100 em Maiquetía para pagar as taxas e trocaria todo o restante em Gran Roque!

LR_01
LR_04

Aeroporto em Gran Roque – avião da Aerotuy

Foi mais fácil do que imaginávamos. Não tivemos nenhum problema (fora o atraso da Aerotuy). E devo dizer que a visão que se tem do arquipélago lá de cima é algo indescritível. Toda e qualquer rotina fica pra trás no momento da aterrizagem. Só sentir a brisa do mar já é uma delícia. Logo que desembarcamos em Gran Roque ainda tivemos uma parte burocrática que foi pagar a taxa do Parque Nacional (BsF 55,00/pax), mas depois foi só alegria. O pessoal da pousada já estava nos esperando no aeroporto e apenas a alguns passos estávamos devidamente instalados e prontos pro mar. O resto vou deixar para a próxima postagem…

LR_07

Taxa PNLR = BsF 55,00

 

LR_05

Conheça a Carol Wieser

Carol Wieser escreveu 164 posts para o TRAVEL FOREVER.

Criadora e editora do blog, adora colocar os pés na estrada! Está sempre planejando uma nova viagem. Sua Bucket List é enorme (e azul), dificilmente irá conhecer todos os destinos que deseja, mas continua esperançosa!

Tags: , , , , ,

49 Responses

    • Carol Wieser | Trave 6 de agosto de 2009 às 10:57

      Emília,

      Acho que sou MUITO detalhista, as vezes me pego escrevendo tim tim por tim tim, até demais! Bom pra quem está pensando em ir, por outro lado o texto fica um pouco massante…

      O pior é que não consigo escrever pouco. Já tentei, mas basta dar uma olhada em todos os meus posts… são gigantes… :roll:

      Beijos

      Responder
  1. Arthur 2 de agosto de 2009 às 19:37

    Legal, mais uma trip caribenha. Como de costume, o piloto dá uma volta para tirar fotos aéreas do arquipélago.E o câmbio na terra de Chávez é mesmo problemático. a idéia de vcs foi boa.
    Abs!

    Responder
  2. Dri - Everywhere 3 de agosto de 2009 às 9:51

    Oi Carol!
    Achei seu blog por um desses acasos do mundo virtual e AMEI as fotos e as dicas de viagem!
    E ao dar uma lida por alto nos posts jah reconhec que vc tambem eh "tip" do VnV junto com a Mirella, CarlaZ, Sylvia, e tantos outros… (inclusive eu!)

    Adorei seus relatos e amei rever alguns dos lugares por onde tambem jah fui! Nos ultimos meses estive tambem em Sydney e Tailandia e nao posso ve ruma foto que comeco a babar de saudades!!
    Isso sem nem falar que o nome do blog por si soh, eh meu mantra pessoal! Hahahaha
    Menina, como nao pensei nisso antes?!
    Bem, compartilhamos duas paixoes em comum: viagens e fotografia!
    Pelo que entendi vc esta de ferias nessas dias, entao nao sei quando verah esse comentario, entao aproveite a Venezuela, e voltarei aqui pra ler TODAS as viagens!
    Bjs
    Dri Miller

    Responder
    • Carol Wieser | Trave 6 de agosto de 2009 às 13:37

      CarlinhaZ,

      Menina, não desanime nunca!!!
      Los Roques é lindo e tenho certeza (ainda mais depois de você ter feito o curso de mergulho), que você vai amar!

      Bom, sabe que as coisas por lá são bem easygoing… o povo tem uma paciência (leia-se lentos), sem compromissos, não sei se você me entende… Sem horários exatos, sem pressa, sem muitas preocupações. :roll:

      Uma moça que ficou hospedada na La Cigala falou que o pessoal demorou muuuuito a responder os e-mails, ela achava que não ia ter jeito, mas no final deu tudo certo. O melhor é você se munir de paciência e ficar cobrando o retorno. Uma dica: caso você precise da passagem aérea de CCS a LR, a própria pousada pode incluir no seu pacote. Eles reservam e tudo.

      Mas vá, ainda mais se você tem os tickets aéreos do BR a VNZ.

      Beijos

      Responder
      • Carol Wieser | Trave 12 de agosto de 2009 às 9:01

        Heloisa,

        Essa informação de trocar pouco dinheiro em Maiquetía é preciosa. Isso evita também que sejamos passadas pra trás, já que eles são malandros mesmo!
        Em Gran Roque não tive problema nenhum com o cambio. Inclusive a operadora de mergulho Ecobuzo fez a troca a Bsf 5,5 quando fui pagar pelas minhas imersões. Mas como disse, qualquer mercearia, pousada faz o cambio pra você nessa faixa.
        Boa viagem, espero que você goste de lá assim como eu gostei.
        Depois passe mesmo aqui para contar sua experiência.
        Beijos

        Responder
  3. Pedro Serra 3 de agosto de 2009 às 17:00

    Pois é… estou sumido. Para falar a verdade, é chato falar sobre viagens quando não se está viajando. às vezes desanima… por isso nem tenho visitado o seu blog. Fico com inveja… hahaha. Aliás, adorei o relato de Los Roques.

    Você acredita que eu fiquei um mês de férias e não sai do Rio nenhuma vez. Filho pequeno, falta de grana, coisas a resolver e sei lá mais que desculpas. Me diverti muito por aqui com o filhão, mas nem mergulhar eu fui.

    Mas não se preocupe… setembro vou tirar minhas folgas acumuladas e vou para a California, NY e sei lá mais onde. Já está tudo comprado, reservado, carimbado… Daqui a pouco me animo e volto a escrever.

    Bjs

    Responder
    • Carol Wieser | Trave 6 de agosto de 2009 às 14:20

      Margarida!!!

      Se for pensar no tempo total da viagem, acho que dá a mesma coisa que ir pras Oropa!
      O problema de chegar até CCS, é que como estou bem no sul do Brasil, tenho que ir até São Paulo, depois pegar outro voo até Manaus, depois ate Caracas, e outro voo até Los Roques. Dá quase um dia inteiro…

      É…. acho que chegar em Portugal está mais fácil. Tem voo direto de São Paulo…. ufa. Ponto positivo!

      Beijos

      Responder
  4. Emília 4 de agosto de 2009 às 5:51

    Que delícia, viagem nova que começa :-D
    Carol, ótimas dicas e relato super detalhado, bom para quem está pensando em ir (e acho que vai aumentar muito o número depois desta série!).
    Vc e o seu querido estão muito bem na última foto!

    Responder
  5. CarlaZ 4 de agosto de 2009 às 20:03

    Carol,
    foi difícil mas tive coragem de ler hehehe e realmente foi a parte tranquila…afinal até um certo ponto foi o que fiz!
    Tive uma certa dificuldade de achar coisas de Los Roques, mas fui pelo VnV, o Breno, a Claudia Carmello e até troquei uns e-mails com a Claudia Holder (trip também) que já foi, o Mochileiros.com, mas não tem muita coisa de Los Roques por aí não.
    Do jeito que você é detalhista vai ter um monte de coisas aqui! Não vou nem fazer nenhuma pergunta porque sei que vem muitos posts pela frente…
    Sabe que também escolhi a La Cigala mais pelas indicações.
    Cotei com algumas agências venezuelanas mas achei eles meio sem paciência (a mocinha da La Cigala inclusive falou que já tinha recebido cotação minha) e não fechei…
    Como são 10 kg apenas eu já tinha até separado a minha mala e as coisas pra levar…tão triste…
    Coloquei na cabeça que nunca mais iria…mas você me animou…
    Torce por mim, tá.
    Beijo

    Responder
  6. Fabiana 6 de agosto de 2009 às 18:26

    Oi Carol!
    Mais uma viagem legal pra dividir com a gente. Grampear o dinheiro!?! Que engraçado. A vista aérea realmente deixa qualquer problema com o vôo pequenino. Mergulharam? Se de cima é lindo, imagina lá em baixo.
    Beijão.

    Responder
  7. heloisa 9 de agosto de 2009 às 13:55

    carol,adorei teus comentários!!!!!estou indo dia 13 para los roques com meus filhos e estou na internet sempre pesquisando!!!!!valeu as dicas!!!!máquina fotográfica a postos quando sobrevoarmos a ilha!!!!dólares "grampeados"…genial!!!! estou saindo de porto alegre,frio e chuva, para chegar no paraíso!!!!fiz reserva das passagens aéreas com a elena que trabalha numa agencia no aeroporto internacional de caracas…e vou reservar tb a pousada com pensão completa depois que lí teus comentários a respeito de locais para comer….tb vou trocar pouco dinheiro já que na ilha é fácil…na volta conto da viagem com relato detalhado!!!!!

    Responder
  8. Michel P. Zylberberg 11 de agosto de 2009 às 8:45

    Oi Carols!! Valeu pelas mensagens!! Estou sumido porque fiz exatamente como voce recomendou :) dei ferias para a net e o pc e so agora estou voltando e organizando tudo aos poucos… mas as ferias foram iradas e devo ter algumas novidades em breve!!
    Ja vi que vou ter tambem que reservar um tempinho para me atulizar com teus posts!! DEMAIS :D
    Bjao, se cuida!!
    Michel

    Responder
  9. Flavio 23 de setembro de 2009 às 13:42

    Parabens,pela viagem e pelo relato,Tentaram realizar comigo e um amigo meu o golpe descrito dos 100 dolares falsos.Sugiro a todos viajantes que apenas realizem o cambio com os funcionários de cracha do aeroporto para evitar dores de cabeça.Não recomendo viajar pelo avião da rainbow para los roques que é antigo e precário e sim pela aerotur
    Um abraço para todos viajantes

    Responder
  10. Claudia e Adriano 11 de outubro de 2009 às 19:00

    Olá. Somos de Caxias do Sul / RS e estamos indo a Los Roques em novembro e ficamos MUITO felizes de encontrar seu relato, pois é super completo e vai nos ajudar muito. Obrigada por todas as dicas, que bom que existem pessoas como você. Agora o resto é por nossa conta…..
    Adorei.

    Responder
  11. Teo 6 de janeiro de 2010 às 10:14

    Carol, obrigado pela informações, estou tentando me organizar e conhecer a ilha em abril, o que acha desse período ? Tranquilo ? Não chove não né ?

    Sobre os passeios, quando nos hospedamos com MEIA PENSÃO, esses valores que vc colocou é pro CASAL ou por pessoa ?

    Madrisquí 25,00

    Franciski 30,00

    Cayo Morto 40,00

    Cayo Vapor 40,00

    Noronski e Crasqui 70,00

    Cayo Dágua e Mosquise e Espenki 120,00

    Carenero 80,00

    Esses foram os que eu escolhi para fazer quando estiver lá.

    Obrigado mais uma vez

    Téo

    Brasília – DF

    Responder
    • Carol Wieser 12 de janeiro de 2010 às 6:02

      Oi Teo.

      A época de chuva é de maio à novembro, mas em Los Roques geralmente as chuvas são escassas. Eu estive lá em Julho e choveu apenas um dia no final da tarde. Acho sim que abril é uma boa época.

      Sobre os passeios, o valor é por pessoa.

      Abraços

      Responder
  12. Celso 7 de janeiro de 2010 às 14:12

    Carol,

    Iniciei o processo de ida para Los Roques hoje. Já comprei minha passagem para Caracas (milhas da TAM). Irei no carnaval (13/02) e voltarei no dia (21/02).

    Vc acha que devo arriscar comprar o voo para Los Roques lá no aeroporto de Caracas mesmo? Além disso, devo arriscar pegar uma pousada somente lá ou é melhor reservar daqui?

    Estou perguntando isso, pois como fevereiro é baixa temporada lá pode ser que eu consiga negociar bons preços direto no local.

    Vc aconselharia eu fazer isso?

    Obrigado.

    abs

    Responder
  13. Marcia 23 de abril de 2010 às 16:26

    Carol,

    Estava navegando na internet pois a tentação de voltar à Los Roques é grande. E onde vim parar – no seu blog. lembra, estivemos juntos lá (eu, o Robson, o Lucas e o Pepê) – vi até nossa foto esperando pelo barco…"dura rotina"… foi uma experiência inesquecível… bem, decidi deixar um oi e um grande abraço pra vocês.

    Responder
  14. Carine 9 de junho de 2010 às 0:42

    Ameiii teu blog!

    Estou muito interessada em ir a Los Roques.

    Sinceramente tu achas mais bonito Los Roques ou Fernando de Noronha? E qual sai mais barato?

    Tô pensando num desses dois destinos.

    Bjos e obrigada!

    Responder
  15. maria fernanda 24 de junho de 2010 às 10:20

    Oi, Carol, muito obrigada por dispender seu tempo para ajudar outros viajantes… O blog é excelente, as dicas são muito úteis. Estou em dúvida se pego pensão completa ou apenas bed and breakfast. Na verdade, a diferença de preço nas pousadas boas, como a cigala, dá em média quarenta dólares. Achei um preço carinho, será que por esse preço eu não consigo comer bem cada dia em um lugar diferente?

    Outra coisa, vou para lá de 18 a 24 de dezembro, acho que é alta temporada, melhor reservar antes né? A cigala me deu a tarifa de 80 dolares por pessoa depois de uma choradinha… As pousadas a gente paga em dólar né?

    Muito obrigada. Abraço, Maria Fernanda.

    Responder
  16. Denise 13 de julho de 2010 às 14:54

    Carol, adorei suas dicas. Super precisas e detalhadas! Estou indo esta sexta (dia 16) para a Venezuela. Vamos primeiro para Canaima e Gran Sabana (parte da floresta amazônica) e terminaremos em Los Roques. Já imprimi suas dicas. Obrigada!

    Responder
  17. Eduardo 31 de agosto de 2010 às 21:17

    Oi Carol,

    Por favor me ajude com uma coisinha prática. Emiti passagem TAM para chegar em Caracas às 04:25h. No dia da chegada só tem vôo da Aerotuy decolando às 6hs. Será que essa conexão está muito apertada ou dá para assiscar?

    Muito obrigado,

    Eduardo

    Responder
  18. Carol Wieser | Trave 6 de agosto de 2009 às 9:01

    Camila,

    Para este destino em especial decidi que vou relatar tudinho, pois tem tão pouco conteúdo na net. Eu mesma tive uma dificuldade de achar informações concretas, que resolvir detalhar.
    Acho que facilita bastante, em especial que está planejando ir pra lá.

    Beijos

    Responder
  19. Carol Wieser | Trave 6 de agosto de 2009 às 9:04

    Arthur!

    Essa voltinha panorâmica é essencial pra nós turistas entusiastas. Te confesso que tava tão quente dentro do avião que dormi quase todo trajeto, mas de repente, quando ouvi uma euforia geral da galera, eu acordei rapidinho e vi aquele arquipélago lindo …. afff.

    Sobre o câmbio… problemático??? Ui, é assustador, mas como todo bom brasileiro, demos aquele jeitinho…

    Abraços

    Responder
  20. Carol Wieser | Trave 6 de agosto de 2009 às 9:27

    Oi Dri,

    Que bom que você veio me visitar, assim pude conhecer o seu blog também!

    Viajar é muito bom ein???? Eu sempre falo pro maridex que acho que nasci cigana… não consigo ficar muito tempo em um lugar só, tenho sempre que estar planejando alguma coisa (viajem)… hehehe e haja trabalho…
    Mas tem coisa melhor???

    O título do blog veio da minha viagem à Australia, nunca me esqueço que vi um adesivo na mochila de um turista, e ficou gardado na caixola. ;-)

    Obrigada pela visita, e uma hora eu passo no seu blog com calma para ler tudo…

    Beijos

    Responder
  21. Carol Wieser | Trave 6 de agosto de 2009 às 10:52

    Pedro,

    Volte logo à ativa. Mesmo que não esteja viajando por agora, você pode criar outros roteiros como: onde ir com crianças no RJ, resortes ideais para ir com crianças…

    Agora as atenções são pro filhão, tire proveito disso! E orabolas, queremos ver fotos do flihão tambem…

    Abs,

    Responder
  22. CarlaZ 7 de agosto de 2009 às 8:54

    Bom, a saga continua…falei com a Liana…que me falou que a cia aerea que eu tinha os aereos pra Los Roques faliu…acredita! Ou seja meus 300 dolares pro lixo…mas como eu já achava que tinha perdido esse $$ não tem tanto problema assim…
    Obrigada por me animar…e tenho certeza que com seus outros posts vou me animar mais ainda.
    Beijo

    Responder
  23. Carol Wieser | Trave 12 de agosto de 2009 às 8:55

    CarlaZ,

    No dia em que estávamso embarcando, tinha um rapaz no check in com o mesmo problema. A Cia aérea dele havia falido e ele estava com o ticket na mão e foi o maior rolo para ele conseguir encaixar pela Aerotuy. Mas no final das contas ele conseguiu. Não desanime por isso. Dê um jeitinho … tenho certeza que vc vai amar aquele lugar.
    ;-)

    Responder

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>