Treze Tílias: O Tirol Brasileiro

Posted by & filed under AMÉRICA DO SUL, BRASIL, Santa Catarina, Treze Tílias.

trezet_03

Se a Margarida viesse ao Brasil e conhecesse Treze Tílias “O Tirol Brasileiro”, com certeza ela falaria que as únicas coisas que faltariam no cenário para ficar bem parecido com a Áustria seriam os castelos, os alpes e a neve… Acertei Margarida???

Pois bem, frio até faz na região oeste de Santa Catarina, mas não chega a nevar (de vez em quando em São Miguel do Oeste) 😯
Alpes definitivamente não fazem parte do cenário, mas temos alguns “morros” com vaquinhas pra complementar eles… 😉
E Castelos, hummmm… nenhum, mas isso também não importa, pois pra compensar temos muito comida tirolesa, chopp e dança. 😀

Treze Tílias é uma cidadezinha de 5.000 habitantes situada no Oeste de Santa Catarina (há 470 km de Florianópolis). A cidade foi fundada por imigrantes da região do Tirol (um dos 9 estados da Áustria) que queriam escapar da grave crise econômica que assolava a Europa no período entre-guerras. Estes imigrantes buscavam melhores condições de vida em outros países. O então Ministro da Agricultura da Áustria, Andreas Thaler, estava a procura de um território que parecesse um pouco com o estado do Tirol. Em Santa Catarina (Brasil), achou uma região montanhosa com altitude de 850 metros que se assemelhava muito ao Alpes Tiroleses, e com essas condições ele acreditava que o seu povo se adaptaria mais facilmente à mudança. Em 10 de setembro de 1933, veio o primeiro grupo de 85 imigrantes tiroleses e se instalaram na região. A colônia recebeu então o nome de Dreizehnlinden, que traduzindo ao português ficou “Treze Tílias”. A tília é uma árvore muito comum na Áustria e que se adaptou muito bem ao município. Vários outros grupos de imigrantes, na maioria originários do Tirol Austríaco, juntaram-se depois aos pioneiros. Hoje, cerca de 60% da população de Treze Tílias têm descendência austríaca e mantêm suas tradições até hoje!

trezet_03 A cidade possui o único consulado Austríaco de Santa Catarina e também o único do Brasil localizado em uma cidade do interior.

Desde então Treze Tílias sempre viveu de atividades agropecuárias, mas em 1990, depois que a cidade virou cenário da novela “Ana Raio e Zé Trovão”, começou a ser explorado o turismo na região. Com uma rede hoteleira bem estruturada e vários pontos turísticos, virou uma ótima opção para passar o final de semana!! Um lugar charmoso e bem pacato por sinal. Não há registros de analfabetismo e nem de violência no local. As casas têm belos jardins e não se vê muros. Lá tudo é tão caprichado que a arquitetura da cidade é toda feita em estilo alpino, com entalhes nas madeiras, galo nos telhados e varandas com muitas flores. É comum andar na rua e não ouvir as pessoas falando português e sim, o alemão, aliás a língua faz parte da grade curricular nas escolas! Além das belezas naturais a cidade é conhecida como o “Tirol Brasileiro” porque oferece aos visitantes uma série de opções com base na cultura e no folclore tirolês, como os grupos de dança folclórica, o canto coral, a Banda dos Tiroleses, as esculturas em madeira (considerada Capital Catarinense da escultura em Madeira) e a gastronomia austríaca, com pratos típicos como: spätzle, tiroler knödel, apfelstrudel, etc… 😛 O artesanato local também é riquíssimo (nem preciso falar o estilo) e os chocolates então, são uma delícia!!!

trezet_04

trezet_05

Prefeitura de 13 Tílias.

Pontos turísticos

Castelinho/ Museu Municipal Andreas Thaler
Foi residência da família do fundador da cidade, Andreas Thaler, e ficou conhecida como Castelinho. Depois de 2002 passou a abrigar também o Museu Municipal Andreas Thaler.

Praça Andreas Thaler
Uma praça bem cuidada e florida. Vale a pena der uma voltinha por esse lugar.

Parque dos Sonhos
No centro da cidade, possui vários atrativos como o labirinto verde, produtos coloniais, alambique artesanal, e no local também há uma fábrica de sorvetes, onde se realiza a Festa do Sorvete em novembro.

Parque Lindendorf
O Parque Lindendorf, com 45 mil metros quadrados, possui uma minicidade, replica do Tirol. Lá também tem um restaurante onde além da comida típica, há apresentações de danças típicas. O local possui um lago com carpas coloridas e famintas e você poderá alimentá-las. Não saia de lá sem provar a deliciosa sobremesa: apfelstrudel.

Vale das Tílias
A maior área de lazer de Treze Tílias é o Termas Internacional Vale das Tílias, parque aquático com águas termo-minerais e rodeado de muito verde, com cabanas, toboágua, rampa, rio lento, bar molhado, piscina para adultos e crianças.

Trilha Ecológica
Uma caminhada até a Capela Maria Dreizehnlinden, com fazendas, praças, esculturas e alguns bichos como capivaras e avestruzes podem ser vistos pelo caminho.

trezet_07

trezet_06

trezet_09

Parque Lindendorf e apresentação folclórica.

trezet_08

Clássica MNB em 13 Tílias.

Conheça a Carol Wieser

Carol Wieser escreveu 165 posts para o TRAVEL FOREVER.

Criadora e editora do blog, adora colocar os pés na estrada! Está sempre planejando uma nova viagem. Sua Bucket List é enorme (e azul), dificilmente irá conhecer todos os destinos que deseja, mas continua esperançosa!

Veja também:

Tags: , , , , ,

16 Responses

  1. Carla 23 de dezembro de 2008 às 7:50

    Até bem pouco tempo atrás nem sabia que existia, mas então um cara aqui do trabalho resoveu ir para Treze Tílias e passou a falar só nisso! Pelas fotos dá para entender bem como é por lá alem da explicação super detalhada que você deu. Enfim ele acabou não indo por conta das chuvas de Santa Catarina e eu acabei conhecendo melhor por aqui mesmo.
    Beijos

    Responder
  2. Carol Wieser | Trave 23 de dezembro de 2008 às 18:24

    Oi Patricia,

    Esse é uma passeio que mereci sim sua atenção. Além de toda parte histórica e cultural que envolve o local, a cidade é um excelente roteiro de charme. Um lugar gostso pra passar um final de semana e ideal pra namorar…
    Uma boa pedida pro mês de agosto, com frio e vinho…. hummmmm…

    Beijos

    Responder
  3. Carol Wieser | Trave 23 de dezembro de 2008 às 18:30

    Carla,

    Que pena que seu amigo tenha desistido da visita à Treze Tílias, apesar das chuvas constantes, essa região não sofreu nada por causa delas… Mas quem sabe ele se anime no ano que vem…

    Avisa pra ele que no mês de outubro é um mês bem legal pra conhecer a cidade, que é quando acontece a Tirolerfest e tem um montão de atraçõs como apresentações folclóricas, bailes de chopp, shows de bandas, gastronomia típica, exposição de escultura e desfile histórico. Uma delícia! Chopp e dança!
    😉

    Beijos

    Responder
  4. Carol Wieser | Trave 1 de janeiro de 2009 às 17:54

    Oi Camila,

    Temos vários lugares típicos alemães espalhados pelo estado, alguns famosos como: Pomerode e Blumenau. Mas 13 Tílias é puramente austríaca, por isso a cidade fica ainda mais encantadora! Quem sabe você não se anima em fazer uma visita pra essas bandas de cá!!!

    Beijos

    Responder
  5. Mirella 14 de janeiro de 2009 às 12:17

    Que delicia que foi ler esse post. Quando tinha uns 15 anos fui a Treze Tilllias e adorei… suas fotos me fez relembrar um pouco da cidade.
    Se não estou louquinha (faz tanto tempo), eu lembro que tilias é uma flor que dá nos alpes e era uma prova de amor, os noivos pegarem essa flor e levar a sua amada para pedi-la em casamento… não sei se estou sonhando, ou troquei as cidades… mas me lembro dessa história 🙂
    bjs

    Responder
  6. Carol Wieser | Trave 15 de janeiro de 2009 às 12:22

    Oi Mirella.

    Você não trocou as cidades e nem a história, só o nome da flor… 😯
    Essa história romântica existe sim, porém a flor é a Edelweiss, belíssima por sinal e realmente a maior prova de amor que uma mulher pode receber.
    Já a Tília, que dá nome à cidade, é uma àrvore do Tirol que se adaptou perfeitamente ao clima de Treze Tílias. Mas o nome da cidade é inspirado em um poema.

    Abs,

    Responder
  7. mikix10 15 de janeiro de 2009 às 13:24

    uhn… agora lembrei de tudo eheheh!!!
    Estava falando dessa cidade ontem com o Kiko… e ele me perguntou, mas da onde vem o nome dessa cidade?!
    Bjs

    Responder
  8. Helena 13 de fevereiro de 2009 às 18:37

    e verdade treze tilias e linda mesmo , uns 3 anos atras eu a conheci e amamos
    mes de março eu e meu amado retornaremos ai novamente , pois mesta cidade merece varias visitas . e muiiiita linda

    Responder
  9. Carol Wieser | Trave 14 de fevereiro de 2009 às 10:34

    Helena,
    Apesar da cidade ser pequenininha, ela é muito muito aconchegante. E sim, merece muitas visitas. É uma pena que muita gente ainda não conheca esse lugar, por isso coloquei esta postagem sobre lá. Espero que seu retorno seja bem proveitoso.
    🙂

    Abs,

    Responder
  10. maria do carmo gil b 13 de novembro de 2010 às 14:55

    nossa,estou amando assistir novamente ana raio e zé trovão pq alem de ser uma novela de muita cultura tbé uma regiaoum estado que amei vpassar porai qdo visitei gramado, muito lindooooooto adorandooo brigada silvio santosssssss e parabens.

    Responder
  11. Cristina Naves 23 de janeiro de 2011 às 15:54

    Essa cidade é linda! E seu povoado é bastante receptivo. Estive em Treze Tílias, quando trabalhava em Joaçaba/SC, em 1987. Mas pretendo retornar à cidade com meu marido, que tem muita vontade de conhecê-la.

    Responder
  12. Ovídio Marques 27 de abril de 2014 às 21:23

    Todos os anos saímos de Niterói RJ e de carro chegamos a Treze Tílias, são os 1.300km mais gostosos que fazemos…Já temos amigos na cidade como se nela morássemos… Se fosse possível sairia do Rio para morar lá….Abraços a todos de Treze Tílias.

    Responder

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>