Bonito é pouco!

Posted by & filed under AMÉRICA DO SUL, Bonito, BRASIL, Mato Grosso do Sul.

bon_00

É claro que toda vez que volto de um destino me sinto melhor, mais feliz! Mas esta foi uma viagem pra lá de especial. Eu estava precisando muito de uma folga ultimamente, e Bonito me pareceu o lugar ideal pra dar umas férias pra cabeça (enfatizo, só pra cabeça). Não me espantei quando, ao chegar lá, percebi que havia escolhido um lugar onde teria sempre mais do que esperava e imaginava. Bonito possui uma maravilhosa infra-estrutura turística, são mais de 50 opções de passeios na região entre grutas, rios, cachoeiras, trilhas, corredeiras e vales. Esse lugar é o paraíso para qualquer turista apaixonado por natureza. Aqui podemos aliar mato, águas cristalinas, bichos e aventura de uma maneira muito consciente e organizada. Com um detalhe muito importante e essencial para minha pessoa, pouquíssimos mosquitos. Tá certo que esse último “detalhe” deve ter sofrido influência por causa da época do ano (setembro), mas sem brincadeira, não fui picada NENHUMA vez por eles, e olha que eu levei 2 vidros de repelentes e não usei nenhuma borrifada sequer.

Chegamos ao aeroporto de Campo Grande às 18h30 da noite. A temperatura ambiente estava em torno dos 30ºC, mais do que perfeita para o mês de setembro. De Campo Grande à Bonito a distância é razoável, são 3h30 minutos de carro, ao total 320 km. Uma viagem um pouco cansativa se for considerar todo o processo casa-aeroporto-embarque-desembarque-van-embarque-desembarque-hotel (em torno de 8 horas de função). Chegamos ao Hotel Marruá aproximadamente 22h30 da noite. Nosso passeio para o próximo dia já estava agendado, iríamos fazer a Gruta do Lago Azul de manhã e o Rio Sucuri à tarde. A temperatura continuava agradável, estávamos super animados…

Todos os passeios prometiam ser muito bons. Tínhamos apenas 4 dias para aproveitar o melhor que a região tem a oferecer. Foi difícil selecionar entre tantas opções. Lembra quando falei que achei mais do que podia esperar? Pois é, a riqueza da fauna e a beleza da vegetação podem ser vistas por toda parte. Nos rios, as águas totalmente cristalinas são de tirar o fôlego de qualquer pessoa. Neles existem mais de 50 espécies de peixes e inúmeras espécies de plantas subaquáticas fazendo com que todas as flutuações parecem indispensáveis. As cachoeiras são belíssimas e imperdíveis. Como se não bastasse a beleza dos rios, ainda existem as cavernas. São mais de 500 grutas e cavernas catalogadas pela Serra da Bodoquena (mas nem todas estão abertas ao turismo). Estas foram formadas há milhões de anos na rocha calcária. Algumas são inundadas, total ou parcialmente, agregando ainda mais beleza ao conjunto. Na simpática e modesta cidade, são mais de 50 opções de hospedagem entre hotéis, campings e pousadas. Sem falar nos restaurantes que tem pra todos os gostos (desde carne de jacaré a churrasco). É muita coisa…

E agora o que escolher?

Tudo parecia uma perdição… Mas como não tínhamos muito tempo e a maioria dos passeios levava o dia todo, tivemos que adequar nosso roteiro aos 4 dias que possuíamos e acabamos fazendo os passeios mais recomendado por todos:

– Gruta do Lago Azul (caverna)
– Rio Sucuri (flutuação)
– Abismo Anhumas (rapel, caverna e scuba)
– Rio da Prata (flutuação)
– Estância Mimosa (trilhas e cachoeiras)

Acredito que conseguimos diversificar bastante em pouco tempo. Tá certo que se tivéssemos mais disponibilidade não deixaria de incluir no roteiro o “Rio Formoso” e o “Aquário Natural”, mas nem sempre dá. Então optamos por 2 cavernas, uma com mergulho, 2 flutuações e 1 trilha com cachoeiras.

Tá curioso? Detalhes nas próximas postagens…

Update: Mapa de localização de Bonito, especialmente para a Margarida!!

Conheça a Carol Wieser

Carol Wieser escreveu 165 posts para o TRAVEL FOREVER.

Criadora e editora do blog, adora colocar os pés na estrada! Está sempre planejando uma nova viagem. Sua Bucket List é enorme (e azul), dificilmente irá conhecer todos os destinos que deseja, mas continua esperançosa!

Veja também:

Tags: , , , , ,

19 Responses

  1. Luisa 24 de setembro de 2008 às 2:06

    Oi Carol!

    Bonito nao é bonito, é lindo! E sem mosquitos fica melhor ainda! Estou curiosa para ler os proximos posts, principalmente sobre o Abismo Anhumas, que foi o lugar que mais gostei!

    Bjs

    Responder
  2. Margarida 24 de setembro de 2008 às 6:46

    Carol

    Adorei as fotos,principalmente a do peixinho ( que deve ser uma delícia grelhado…) e do jacaré,que desta vez ao contrário da foto do pantanal parece estar bem vivo…pelo menos deve ter estado até á hora do jantar,uma vez que pelo que vejo Jacaré no Grill é um dos pratos das ementas de zona…hehehe

    Agora a sério…gostei imenso de conhecer Bonito,mas não percebi bem em que zona do Brasil é que fica…visto aqui de Portugal parece ser bem longe…
    Está nomeada para minha conselheira de assuntos de viagens " contacto com a natureza " !!Por todos os seus posts aqui no Blog já deu para perceber que é uma verdadeira expert nesse assunto!!
    Tb gostei de saber que em Setembro a probabilidade de ser devorada por mosquitos é menor…vou ter isso em conta quando programar as minhas viagens para esses lados!
    Fico á espera dos relatos dos passeios lá em Bonito!

    Beiiiiiiiiijos

    Responder
  3. Carla 24 de setembro de 2008 às 7:24

    Nossa Carol…que legal!!! Deve ter sido ótima esse viagem mesmo e também tenho uma grande vontade de ir.
    Eu ia comentar exatamente da foto do peixinho, como a Margarida, ficou fantástica.
    Estou esperando o próximo post!
    Beijos

    Responder
  4. Carol Wieser | Trave 24 de setembro de 2008 às 15:21

    Margarida!

    Experimentei o jacaré e por incrível que pareça não é ruim não!! Só espero que o jacaré que provei não seja o da foto! Não sou muito de comidas exóticas, mas não deixo de prová-las. Prefiro peixe, que aliás, são muito saboreados por lá! Mas depois das flutuações, confesso que dá uma dó comê-los também…

    A cidade de Bonito fica no estado do Mato Grosso do Sul, perto do Pantanal. Vou fazer um update neste post com a localização no mapa para você se localizar. Tá aí um ótimo destino pra quando vieres ao Brasil e quiser conhecer um pouco da beleza natural do nosso pais! Mas tem que gostar de natureza e torcer pra que tenhas a mesma sorte que eu e não ser comida pelos mosquitos.

    Beijos

    Responder
  5. Margarida 25 de setembro de 2008 às 6:53

    Querida Carol

    Obrigado,agora já sei onde fica Bonito!! O problema é que tal como eu pensava visto daqui é quase no fim-do-mundo…hehe
    Acho que quando vier á Europa vai achar que tudo fica bem pertinho…é que o Brasil é quase um continente…
    Na nossa próxima viagem para esses lados vamos tentar incluir Bonito no roteiro,também para conhecer um pouco do interior do seu líndissimo país…é que ficamos sempre pelas praias e acabamos por não conseguir ver mais nada!!

    Beijos

    Responder
  6. Carol Wieser | Trave 26 de setembro de 2008 às 7:05

    🙂 Margarida

    Pois é, o Brasil é imenso mesmo, e tem muito coisa legal pra fazer e conhecer e vale a pena investir um tempo no interior que é riquíssimo em belezas naturais como Pantanal, Bonito ou até mesmo a Amazônia (que eu ainda não conheço, mas já está na minha listinha Brasileira).

    Mas um dos nossos maiores problemas, além da distância, é o meio de transporte. Acredito que um dos motivos que a Europa pareça bem menor é por causa da facilidade pra ir de um país à outro. Aqui a gente sofre um pouco com isso, além de ser bem caro o transporte aéreo, não temos trens e nossas estradas não são muito boas não!

    Mas o Brasil é muito grande mesmo! Dá pra fazer um roteiro bem legal quando você vier pra cá (com praias e um pouco de mato e mosquitos também)!! Sem mosquito não tem graça!!!

    Beijos

    Responder
  7. Carol Wieser | Trave 26 de setembro de 2008 às 7:13

    Julio,

    Nas flutuações nos rios encontramos pelo caminho 2 jacarés… mas eles não são muito grandes e nem oferecem perigo aos turistas. Tem bastante peixinho gordinho por lá, e os turistas branquelas não parecem muito apetitosos não!!!

    Ainda bem….

    😎

    Responder

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>