Vizcaya: Museu e Jardins

Posted by & filed under AMÉRICA DO NORTE, ESTADOS UNIDOS, Flórida, Miami.

mia_19

A mansão Vizcaya é considerada uma das melhores atrações para turistas e visitantes que vão à Miami. Ela foi construída para ser residência de inverno do magnata industrial James Deering que a utilizou de 1916 até a sua morte em 1925.

A decoração é simplesmente extraordinária: Deering fez questão de fazer Vizcaya de acordo com o estilo das mansões européias que ele havia visitado posteriormente. A missão dos arquitetos por ele contratados era de fazer com que a residência parecesse que havia sido habitada por uma família há 400 anos. A mobília e todas as outras peças decorativas foram trazidas da Europa especialmente por Deering. A residência é luxuosíssima e disponibilizava de todas as modernidades possíveis para o começo do século XX, como aquecedores, elevadores e outras facilidades.

Depois da morte de Deering, a mansão ficou jogada às traças e um furacão fez um estrago imenso um ano depois. Em 1952 o Condado de Miami-Dade comprou Vizcaya, restaurou e transformou-a em um belíssimo museu que funciona até hoje.

A visita é fantástica, o museu (apesar do desgaste do tempo e maresia do local) continua sendo bem cuidado e o jardim simplesmente magnífico. Um dos mais belos e grandiosos que eu já vi até hoje. Recomendo!

Guia locais oferecidos gratuitamente a cada 15-30 minutos.

Horário de Funcionamento:
Das 9:30 – 16:30. Abre todos os dias com exceção do Natal.

Valores:
Adultos $12
Residentes em Miami (com ID) $9
Crianças de 6-12 anos $5
Crianças com menos de 5 anos Gratuito
Idosos com 62 anos ou mais (com ID) $9
Estudantes (com ID) $9
Cadeirantes $9

Endereço:
3251 South Miami Avenue, Miami (ao norte de Coconut Grove).
Tem estacionamento próprio (gratuito).

Mais Informações e Fotos Internas (pois não é permitido tirar fotinhas dentro do recinto):
http://www.vizcayamuseum.org


Deering queria muito que os arquitetos deixassem certas partes do jardim com um clima Veneziano, tudo inspirado ao modelo Europeu…


Até ela faz parte do museu… ou será do jardim?


Foto no labirinto do jardim…


Hehehe, desculpe, não resisti… Mais uma clássica mãonabunda!

Conheça a Carol Wieser

Carol Wieser escreveu 165 posts para o TRAVEL FOREVER.

Criadora e editora do blog, adora colocar os pés na estrada! Está sempre planejando uma nova viagem. Sua Bucket List é enorme (e azul), dificilmente irá conhecer todos os destinos que deseja, mas continua esperançosa!

Veja também:

Tags: , , , , , ,

11 Responses

  1. Margarida 23 de maio de 2008 às 15:28

    Carol

    A mansão é linda e os jardins devem ser mesmo magníficos!!Eu já tinha lido sobre esta mansão nos guias e tenho muita curiosidade de conhecer.

    As fotos estão óptimas como sempre!!

    Beijinhos

    Responder
  2. Carol Wieser | Trave 27 de maio de 2008 às 6:32

    Margarida e Michel!

    Museus também não são muito meu forte… em geral prefiro fazer outras atividades ao invés de visitá-los, mas por outro lado sempre me pergunto se é justo deixar de lado uma atração famosa, se tem fama alguma coisa boa tem a oferecer, não acham?

    Então como toda boa turista sempre vou conferir! E gostei! A mansão é linda, mas confesso que os jardins são muito mais impressionantes no meu ponto de vista!

    Hehehe, sobre a mãonabunda, tá virando tradição já!! Eu e meu marido não conseguimos sair de um destino sem fazer a famosa pose! Um dia vou fazer uma parede lá em casa só com mãosnabundainternacionais!!!

    Beijos
    😆

    Responder
  3. Camila 29 de maio de 2008 às 5:32

    Eu também não gosto de gastar muito tempo em museus, parece que enquanto estou lá dentro estou perdendo o mundo lá fora… Mas nesse aí, com essa área externa maravilhosa, não tem esse problema!

    Responder
  4. Luisa 5 de junho de 2008 às 2:04

    Olá Carol,

    Apesar de não entender nada de arte ou de história, eu adoro um museu e esse parece ser fantástico! E eu que pensava que Miami fosse só shopping… 😳 Tenho que rever meus conceitos!

    Bjs

    Responder
  5. Carol Wieser | Trave 5 de junho de 2008 às 10:20

    Camila,
    Os museus mais legais que eu conheci até hoje foram aqueles que não criei expectativa nenhuma, ia visitar achando que não ia ter nada de bom! Mas de vez em quando a gente se surpreende com certas atrações que acabam se tornando um passeio agradável e recomendável… como o Viscaya, não esperava achar um jardim tão esplendouroso… parece com aqueles de filmes épicos! Gostei.

    Luisa,
    Sabe que de arte eu até gosto (tá no sangue, sou designer), mas em geral acho os museus um lugar sem muita empolgação, boring. Enfim, mas acabo sempre visitando-os, pois acredito que é impossível conhecer bem um lugar sem checar a parte cultural também. É como ir a Paris sem dar uma volta no Louvre… impossível, né? Mas Miami me surpreendeu neste aspecto também. Trocamos um dia de compras por um cultural e valeu a pena.

    Beijos

    Responder
  6. Jony Nossol 30 de agosto de 2008 às 20:31

    OLá Carol!

    Sou de Blumenau/SC e encontrei seu blog totalmente por acaso.
    Estava eu e minha esposa procurando referências sobre Miami (nosso destino de outubro/2008) e achamos suas descrições pelo google.

    Nos ajudaram muito. Mudamos nosso roteiro por causa do seu blog. Obrigado, (eu acho….hehe).

    Vamos conhecer Key West e Fort L. com certeza.

    Suas fotos são lindas.

    Dicas são sempre bem-vindas, e por isso, obrigado e Parabéns pelo blog.

    Falow!
    Grande abraço!

    Responder
  7. Carol Wieser | Trave 1 de setembro de 2008 às 19:21

    Oi Jony!!

    Quanta responsabilidade!!! Nossa, espero (mesmo) que vocês adorem (amem) o seu novo roteiro, senão… depois vocês podem vir puxar a minha orelha, ok? 😕

    …Ah, mas 1 coisa eu garanto, é uma pena sair de Miami sem conhecer ao menos Key West e Fort Louderdale. Já que é tão pertinho e são duas cidades tão simpáticas, que valem o passeio.
    Sem falar na paisagem de Miami aos Keys… que saudades!!

    Boa viagem à vocês! Aproveitem e voltem sempre que quiserem.

    Responder

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>