Mauritius: dicas e informações úteis.

Posted by & filed under ÁFRICA, ILHA MAURÍCIO, ÍNDICO.

Ultimamente tenho recebido muitos e-mails sobre Mauritius pedindo “aquelas” famosas DICAS. Eles vêm recheados de dúvidas como “aquelas” que todo mundo tem antes de viajar: Qual a melhor época? Quanto vou gastar? Quanto custa um passeio? Qual o melhor hotel? Qual o melhor ponto turístico? Quantos dias eu devo ficar?
Deu pra notar que QUAL e QUANTO não faltam nos pedidos. Como não tenho tido muito tempo de responder os e-mails e para não ter que ficar escrevendo toda vez a mesma coisa, resolvi fazer uma compilação e deixar aqui todas as informações que eu considero importantes para a maioria. Então a próxima vez que receber solicitações sobre Mauritius, voilá é só mandar o link deste post, pois as dicas solicitadas estão todas aí em baixo, ok?… Espero que ajude e facilite a todos. Enjoy!

Obs: As dicas são MINHAS, ou melhor, relativas à minha experiência sobre esta viagem. Portanto, contém muitas informações de caráter pessoal. Do meu gosto, do meu jeito… Não venha reclamar depois que eu indiquei algo que não foi legal, pois o que pode ser legal para um pode não ser proveitoso para outro. Tudo vai depender do estilo de viagem que você está pretendendo fazer e do que você GOSTA de fazer! Tire suas próprias conclusões e se você gostar das dicas, aproveite-as.

Onde Fica?
Mauritius fica meio do Oceano Índico (entre a África e Ásia). Esta localizada a aproximadamente 2.000 km da costa sudeste da África. O país tem uma área de 1.865 km e 330 km de costa, tem 45 km de largura e 65 km de comprimento.

Como vou? Quanto tempo leva?
Em geral todos os vôos que levam à ilha saem de São Paulo pela South African Airways via África do Sul (Johannesburg) e até lá leva em torno de 8:30 horas de viagem. A maioria dos pacotes turísticos oferece uma noite de hospedagem em Jo’Burg na ida e na volta, pois o tempo entre um vôo e outro é relativamente curto (cerca de 2hs). O vôo até Mauritius leva em torno de 4:30h e também é feito pela SAA.

Obs 1: As empresas de turismo não fazem os dois vôos no mesmo dia, pois há o risco do passageiro perder o vôo por causa dos trâmites legais na imigração africana, mas “eu” ainda acho que daria tempo…

Quando ir? Qual a melhor época do ano?
O verão (novembro a março) tende a ser mais quente e úmido e a temperatura chega aos 34ºC. No inverno (maio a setembro) a temperatura é por volta dos 18/25ºC e tende a ser mais seco. A noite fica bem fresquinho (18ºC), mas dá pra aproveitar legal o dia se você não for muito friorento. A temperatura da água é entre 22°C e 27ºC no ano todo.

Que roupas levar?
Roupas de praia (biquínis e saídas de banho) e roupa casual para o dia. No inverno leve casacos para as noites mais frias. Na maioria dos hotéis, as pessoas se vestem mais elegantes para o jantar, então lembre-se de levar roupas adequadas à ocasião para não passar vergonha.

Quantos dias devo ficar?
Hum, essa pergunta é a minha preferida… E dou sempre a mesma resposta: no mínimo 7 dias!! Imagine pagar caro pelo pacote, perder duas noites em Jo’Burg e ficar em Mauritius apenas 3 dias? Desse jeito você joga dinheiro fora… Já que você está indo pra um lugar tão longe nada mais justo que aproveitar o paraíso… Reserve no mínimo 7 dias para Mauritius, use 4 para passeios e 2/3 pra descansar ou do jeito que achar melhor.

Obs 2: A maioria dos pacotes turísticos oferece o mínimo de 9 dias no total (incluindo Jo’Burg), esta é uma boa opção!

Quanto custa?
Em média um pacote econômico custa em torno de U$ 2.200 (aéreo classe econômica) ficando em hotel 3 estrelas superior como Hotel Merville, por exemplo. Hotéis 5 estrelas (Beau Rivage, Legends, The Residence, entre outros) vão custar em torno de U$ 2.800 o pacote. Todos eles incluem meia pensão (café da manhã estilo buffet e jantar à la carte). Bebidas a parte. Aliás, as bebidas nos hotéis são caríssimas e são todas cobradas em Euros, uma simples água mineral vai custar 6 euros, qualquer drink 8-17 euros, cerveja 4/5 euros. Fora o vinho que dependendo do rótulo você já pode imaginar o valor…

Comida fora do Hotel (para o almoço): Nos restaurantes em média a comida vai custar de Rs 100 a 250 (rupees), pratos mais sofisticados podem custar até Rs 600 (rupees).

Passeios: Em média um passeio organizado pelo concierge do hotel vai custar em torno de U$ 75 a U$ 100 por pessoa. Tudo depende claro, do que você pretende fazer, da onde você está, como você vai e para onde vai! Por exemplo, um passeio full day para conhecer Port Louis, Grand Baie, Péreybère, Cap Malheureux, vai custar por pessoa U$ 75 com guia em carro particular saindo de Belle Mare. Um passeio de Catamarã de dia inteiro até Ile Aux Cerfs, com almoço incluso custa U$ 40 por pessoa.

Mergulho: Valor por pessoa com todo o equipamento U$ 50.

Obs 3: A moeda corrente em Mauritius é o Rupee (Rs).
(+-) 1 EURO = aprox. 30 RUPEE.

Obs 4: Todos os preços citados acima são preços para a temporada de inverno. Não sei como são os valores no verão.

Qual o melhor hotel?
Bom, pergunta difícil. Não conheci nenhum hotel que fosse ruim lá. Pelo contrário, todos os hotéis são bem estruturados e privilegiadamente bem colocados à frente do mar. Posso dizer que o nosso hotel era excelente: o Beau Rivage. Os outros famosos como Legends e Merville pertencem ao mesmo grupo (Naiade Resorts) e acredito terem o mesmo padrão e mesmo serviço. Já o The Residence, que costuma ser mais caro que os outros, fica exatamente ao lado do Beau Rivage (que a gente ficou) e uma coisa eu posso garantir… Mesmo sendo mais caro, a praia é a mesma para os dois!

Qual o melhor ponto turístico?
Qual é o melhor eu não sei, mas o que eu mais gostei, e é o ponto mais famoso de lá, se chama Ile Aux Cerfs. Uma ilha cercada por lindas praias de areia bem branquinha.

Outros lugares que valem a pena conhecer são:
» Grand Baie
» Péreybère
» Cap Malheureux
» Port Louis (pra quem quer conhecer a capital e gosta de fazer compras), mas não se iluda… O shopping center é pequeno e as coisas são bem caras por lá. Tem o mercado publico também…
» Flic em Flac
» Ile aux Aigrettes – para os amantes do ecoturismo
E tem outras opções de lazer como golf, pesca esportiva, mergulho, kayaking, etc.

Eletricidade/ voltagem: 220 V

Fuso Horário: + 7 horas em relação ao Brasil.

Documentos necessários: Passaporte com validade mínima de 6 meses; nenhum visto para cidadão brasileiro até 3 meses de permanência. É necessário tomar vacina contra febre amarela e levar o comprovante internacional junto.

Conheça a Carol Wieser

Carol Wieser escreveu 165 posts para o TRAVEL FOREVER.

Criadora e editora do blog, adora colocar os pés na estrada! Está sempre planejando uma nova viagem. Sua Bucket List é enorme (e azul), dificilmente irá conhecer todos os destinos que deseja, mas continua esperançosa!

Veja também:

Tags: , , , ,

33 Responses

  1. Felipe (lagoa) 4 de maio de 2008 às 2:04

    Carol,
    Esse mundo realmente é pequeno. Estou planejando uma viagem longa e acabei encontrando o seu blog na busca por informações… E comecei a ver as fotos e pensei comigo mesmo caramba ela tem um rosto familiar… mas achei que fosse puro flashback. Quando entrei no quem escreve e vi formada em design na puc em 2001 disse caramba eu estudei com ela…

    Claro vc tá diferente daquele tempo, mas o tempo te fez muito bem, tá mais bonita, mais mulher (com todo o respeito claro), sei lá porque nunca estivemos na mesma turma devo ter falado muito pouco contigo. Mas adorei o teu blog e estou assinando o feed.

    Tem muita info bacana e espero ler o seu próximo post em breve. Legal ver que tem pessoas da minha geração que estão vivendo a vida intensamente.

    Você está em mauritius ainda?? Como está a vida no brasil tudo certo??? Bom curta muito ai quem sabe nos encontramos em algum canto do mundo.

    Tudo de bom
    Felipe

    Responder
  2. Carol Wieser | Trave 4 de maio de 2008 às 9:43

    Oi Lagoa! … quero dizer Felipe!!

    Que super coincidência ein? Acho que eu não te vejo desde a facul mesmo e olha que já fazem … ANOS! Naquela época eu era muito diferente. Acredito que eu evolui bastante e é tão bom saber que apesar do tempo ter passado eu me sinto muito melhor hoje (desde físico, profissionalmente e mentalmente também) do que naquela época . Mas não pense que não adquiri umas ruguinhas pois essas não tem jeito, fazem parte do processo de amadurecimento (risos).

    Adorei que você tenha achado meu blog, assim a gente pode manter algum contato. Depois de formada fui morar na Austrália e aproveitei e fiz mochilão na Tailândia, Nova Zelândia e Bali. Depois disso nunca mais parei de viajar e ano passado resolvi montar o blog pra mostrar um pouquinho da minha experiência pras pessoas (pois via que quando eu buscava informações sobre um destino o que mais gostava de ler era o relato das pessoas que já estiveram por lá)… e agora virou uma espécie de hobby… quero um dia colocar todas as minhas viajens… mas isso pode levar anos, pois quando resolvo escrever sobre uma decido viajar no meio do caminho e tenho de relatar sobre ela, dai complica… hahaha.

    Estou morando em Curitiba ainda, Mauritius eu visitei no ano passado apenas, tenho uma empresa de design aqui desde 2004. Tá bem legal, estou com bastante trabalhos bons ultimamente o que me anima bastante nesse ramo que você sab que é bem complicado…

    E você? Vi seu site, virou KIWI? Está ai desde quando? Ou está no Brasil? Tens uns trabalhos bem legais ein?… Mande notícias e se precisar de dicas sobre algum destino que eu já tenha ido é só pedir!

    Abraços

    😛

    Responder
  3. naotemcomoesquecer 4 de maio de 2008 às 14:36

    Oi Carol!! Valeu pela mensagem no meu blog, tomara que de certo a tua trip por aqui!!! Dá um pouco de inveja do Marcel Vincentin mesmo 🙂 vi o teu blog e é muito show!!! Estive lendo um pouco sobre voce e temos vidas parecidas..

    Mesma idade, casados com viajantes, formados em design grafico, moramos 10 meses na australia e já viajamos paises como tailandia, indonesia, estados unidos… só cozinhar que não sei nem ferver água!! huauhahuahuuhaa

    Vou continuar lendo os posts e conferindo tuas dicas, parecem ser bem legais!! Se quiser trocar links será um prazerzaço!!!! Boa semana e muita paz sempre!!!! Bjo, Michel http://rodandopelomundo.wordpress.com

    Responder
  4. Felipe 4 de maio de 2008 às 17:02

    Bom saber que est'a tudo bem por ai,
    gosto de ver as pessoas da nossa turma se dando bem, e tem muitos se dando bem. Eu fui pelo caminho inverso ao teu j'a no terceiro ano de facul comecei a Livenet com o bernardo em 2001, depois em 2003 abri outra empresa e em 2005 nos juntamos eu a cris, o julian e a bia sai em 2007 nao pq a empresa tava ruim muito pelo contrario estava muito bem e continua indo muito bem, mas me deixei dominar pelo trabalho e acabei deixando a minha vida de lado por alguns anos.

    Ate a hora que acordei pra vida literalmente e que tava na hora de viver um pouco e realizar um sonho que tinha desde os 18 de morar fora, que no estagio que sai do Brasil j'a tava meio na contramao de toda aquela ideia de se estabelecer, ter uma base, correr em busca do sucesso. Escolhi a nova zelandia pq tem o estilo de vida que tava procurando, mais saudavel / dia / esporte / qualidade de vida.

    Vim s'o com aquela ideia que todo mundo tem de ver o que vai dar e passar um tempo, dei sorte e peguei um trabalho de interactive designer logo de cara, numa agencia media que 'e subcontratada da BBDO, Saatchi, Ogilvy etc, fui ficando logo a, Cris minha namorada, veio tb'em e tamb'em pegou um trabalho legal.

    Estou aqui a 1 ano e 8 meses, esse tempo todo sem voltar pro brasil, vivemos num estilao bem classe m'edia, meio que tentando economizar onde d'a, mas sem perder a qualidade de vida, viajando sempre que possivel por aqui ou fora, pegando uma baladinha aqui e ali, uns eventos culturais, surfando, mergulhando, esquiando.

    Adoro o Brasil e sinto muitas saudades, mas nao sei at'e que ponto conseguiria ter o equilibrio entre vida e trabalho que tenho aqui. O pa'is e as pessoas aqui nos acolheram e nos receberam muito bem, sempre fomos bem tratados e respeitados. A pouco tempo tiramos a residencia permanente aqui o que nos d'a direito de cidad~ao, pra procurar emprego, saude, educa'cao, moradia, etc. E quanto mais tempo ficamos mais nos acostumamos e as coisas vao melhorando, a barreira da lingua e da cultura vao diminuindo. Mas continuamos orgulhosos do Brasil e de sermos brasileiros, do cora'cao, da flexibilidade, do calor humano, da paixao, da felicidade nata, do caos…

    E agora chegou a hora dar uma revirada em tudo, e estamos planejando dar a volta ao mundo em 6 meses ('e meio corrido pra uma viagem dessas), e estamos naquela fase de planejar, vender carro, moveis, utensilios dom'esticos, pedir demissao, fechar contrato de aluguel, pra ai entao comprar ticket, tirar vistos, comprar algumas outras tralhas de viagem e efetivamente botar o p'e na estrada l'a entre agosto e setembro.

    Vi que vc foi pra muitos lugares que vamos ou estamos cogitando ir. Bom ai vao algumas d'uvidas:
    Africado sul 'e violento como o brasil?
    Thailandia 'e barato como Bali?
    Na Oz que vale mais a pena gold coast ou Sydney?
    Claro tudo depende de tudo mas uma opiniao sempre 'e bom..

    Estamos bem afim de blogar tudo a outra duvida 'e, como nunca viajei por mais de 1 mes queria saber como foi a tua mochilada em rela'cao a camera, e outros eletronicos, se vale a pena ou nao levar, se foi muito empenho ou nao, se vc chegou a levar laptop e como foi.

    Valeuzao desde j'a

    Responder
  5. Margarida 5 de maio de 2008 às 17:36

    Carol

    Com tantas praias lindaaaaaaaaaaas no Brasil vai fazer 8h e 30 de viagem para ir á praia????
    Com pouco mais tempo de vôo chega aqui na Europa e conhece a sua prima que fala alemão…hehehe
    Estou esperando posts sobre o "velhinho continente"…

    beijos muitos

    Responder
  6. Carol Wieser | Trave 5 de maio de 2008 às 19:48

    Felipe,

    Sabe, uma coisa eu posso te garantir… idependente de vocês voltarem pro Brasil ou não, saibam que a experiência que é morar fora fica pra vida toda… a gente acaba dando muito valor pra isso tudo, ralar um montão, economizar, conquistar, enfim e no final viajar viajar viajar… Quando estava ai meu marido ralou um monrte como Kitchen Hand e eu estudei tudo que consegui nesses 10 meses, economizando também claro, mas tudo para poder sobrar uma grana para aproveitar a vida. Ainda hoje o maior objetivo quando penso em trablahar um monte é pra simplesmente aproveitar, afinal ninguém precisa de luxo e sim qualidade de vida, e essa a gente dá sempre um jeitinho de conseguir do nosso jeito…

    Muito legal a idéia de dar a volta ao mundo, aproveitem, é uma oportunidade única! Respondendo as suas dúvidas:

    – Árica do Sul em geral não é violenta. Cape Town é uma cidade surpreendente, lindíssima e super tranquila no quesito segurança (nem comparação com o Brasil, lá é bem susse). Mas Johannesburg sim, precisa ter muito cuidado se for mochilar por lá… a cidade tem um índice de criminalidade altíssimo e se você for parar no lugar errado … já viu! O centro é dominado pelos negros e eles são muito racistas, ou melhor, já expulsaram todos os comerciantes de lá, e hoje o centro de JoBurg é fantasma. Não ande sozinho, nem vá ao centro se não for com alguém que conheça o local… o transporte público (ônibus) não existe lá, apenas vans que também são exclusivas paras os negros. Mas Cape eu recomendo muito… e um safári no Kruger é inesquecível pra quem vai a África! Aproveite.

    – Tailândia… Ta ai um lugar que eu voltaria todos os anos se pudesse. Lindo é pouco pra falar da Tailândia, lá é magnífico! Tudo que você pode imaginar, praias lindíssimas, o povo super simpático, muito, mas muuuuuuito barato (bem mais que Bali)… Pra você ter idéia um backpack custava U$ 5, mas quando a gente chegava e via os alberges, ia correndo para os resorts, pechinchávamos e conseguíamos ficar no bem bom, quarto duplo com café da manhã por U$ 15…. EM RESORTS! Mas isso depois de uma boa pechincha… pois o 1º preço que eles passam é 100 doletas o quarto, vire as costas e espere que eles vem atrás pra não perder o cliente (ou melhor, o teu dinheiro)!! Fui pra lá antes do Tsunami, não sei como está hoje, mas acredito que seja no mesmo esquema. Fizemos Pukhet, Krabi, Phi Phi, Samui, Bangkok (os melhores lugares no sul)…

    – Austrália … Hum difícil, vai depender do que vocês pretendem fazer… Sidney é lindíssimo, um estilo bem urbano. Gold Coast é legal, um lugar bem jovem e pros amantes do surf. Mas muito legal mesmo é ir mais ao norte… até Cairns. A barreira de corais é gigante, se vocês gostarem de mergulhar esse é o lugar e a paisagem de lá é de tirar o fôlego. A costa dourada é legal, mas confesso que gostei mais do norte. Um lugar bem massa também e fica um pouco mais acima de Gold Coast chama-se Frasier Island, a maior ilha de areia do mundo e só dá pra se locomover lá de 4×4, é bem maneiro, um dos meus lugares prediletos na AUS.

    É isso, ajudei ou só compliquei?!?!
    😯 … Hehehe
    Abraços pra vocês! E sucesso por ai…

    Responder
  7. Carol Wieser | Trave 5 de maio de 2008 às 20:01

    Margarida…
    Hahahaha, essa foi boa… realmente, como pode né? Hoje em dia tenho consciência de que conheço mais lugares fora do Brasil do que aqui mesmo… isso no fundo, no fundo é uma vergonha, mas infelizmente o Brasil ainda não soube explorar o turismo da forma que eu considero adequada… Dependendo do destino, sai mais barato se aventurar no mar do caribe do que pagar por um pacote turístico caríssimo por aqui quem nem sempre oferece a mesma estrutura. Enfim, casa de ferreiro espeto de pau! hahaha.

    Sobre o velho mundo, eu e o meu marido estávamos planejando uma viagem para a Europa em setembro, mas infelizmente não será dessa vez… Precisamos de um pouco mais de $$ e de TEMPO, queria pelo menos poder ficar uns 20 dias viajando por lá, e este ano não vai ser possível tirar essas desejadas férias… então acredito que vamos deixar para o próximo ano, e claro daí eu tenho certeza que iremos aproveitar um montão… enquanto isso estou firme nas aulinhas de alemão e anotando todos os lugarzinhos indicados no seu blog, e já treinando os nomes das cidades… Minha prima que me aguarde, meu LEMON vai ficar bom bom!!

    Beijos querida!

    Responder
  8. Margarida 6 de maio de 2008 às 16:01

    Meine Liebe Carol

    Wie gets?…hehehe…estou treinando também…em Agosto vou voltar a Viena e vou fazer um post bem bonito para dar vontade de vir a correr para cá…hahaha

    Falando de praias…nós por cá temos o mesmo problema…fica mais barato ir para a praia nas Ilhas Espanholas ou mesmo para Cabo Verde,Republica Dominicana,etc,do que para as nossas praiinhas do Algarve!!!
    Parece que o nosso Algarve no Verão só é barato para os Ingleses,que conseguem comprar pacotes com viagem e estadia em Hoteis de 5* pelo preço da chuva!!! Imagine que eu não vou ao Algarve há mais de 5 anos…A ultima vez que fizemos umas férias de praia foi aí mesmo no Brasil,na Baia…mas na proxima vez é em Santa Catarina…hehehe…
    Quando pensarem vir para cá vou-lhe dar umas dicas das nossas companhias aereas Low-Cost que fizeram com que os preços das passagens aéreas ficassem ao preço dos bilhetes de comboio!! Não vai precisar de muito $$ para voar entre as cidades da listinha…

    Beijinhos

    Responder
  9. Carol Wieser | Trave 9 de maio de 2008 às 14:09

    Margarida…
    Sou caçadora de dicas… quando o assunto é viagem fico toda alegre com elas, e ainda mais quando são a um low-cost!
    Obrigada mais uma vez querida!

    Luisa…
    Adorei a visita, e seu blog também, que aliás eu já conhecia… desde a gruta azul de Bonito venho acompanhando. Esse é um dos lugares que está na minha wishlist!
    Volte sempre!

    Responder
  10. Patricia 23 de junho de 2008 às 16:57

    Oi Carol, achei muito legal seu blog e queria muito tirar uma dúvida com vc. Pelo fato de você já ter ido para os dois destinos que estou em dúvida, queria sua opinião de qual se encaixaria melhor para a ocasião. Em setembro me casarei e estamos querendo passar nossa lua de mel em La Romana (República Dominicana) ou Mauritius. Já li tudo que tem na net, já vi 3 operadoras de viagens, mas não consigo me decidir para qual das duas ir, pois acho dois lugares maravilhosos, lindos lindos, suas fotos só confirmaram mais ainda, mas para lua de mel qual deles vc me indicaria, quais os diferenciais entre eles.

    Muito obrigada,

    Patricia

    Responder
  11. Carol Wieser | Trave 24 de junho de 2008 às 16:56

    Nossa Patrícia… e eu achava que já tinha respondido perguntas super difícieis até ver a sua… Menina! Essa é campeã! Nem sei por onde começar…

    Dois destinos maravilhosos (lindos), muito parecidos no quesito estrutura… acho que a maior diferença mesmo entre eles é o valor do pacote mesmo. Mauritius é mais longe, tem um custo mais elevado, tanto no pacote turistico quanto o custo das coisas por lá, que são bem CARAS e são em EURO. Mas em compensação a paisagem é de tirar o fôlego… o azul da água é algo impressionante, de saltar os olhos. Não sei o clima em setembro, mas quando fui ( junho), tava bem fresquinho, o que impossibilitava de aproveitar ao máximo!

    Já República Dominicana é beeeeeeeem mais ascessível no quesito custo. A maioria dos resorts são all inclusive o que significa uma economia enorme em bebidas, refeições, etc. O mar do caribe é maravilhoso também, mas confesso que o tom de azul é bem diferente de Mauritius, não sei explicar, fico com o mar de Mauritius… Mas no quesito animação, R.D. é imbatível… CALIENTE.

    Bom, falei, falei e não sei se ajudei. Então vou te dar um conselho… Geralmente quando as pessoas me pedem qual lugar eu indicaria, em específico lua-de-mel, eu sempre tenho um pensamento: se você está em dúvida, escolha sempre o lugar mais difícil e diferente. Pense, é sua lua-de-mel, ela tem que ser especial portanto o destino tem que ser surpreendente. Se você tem condições de conhecer um lugar mais exótico e longe, faça Mauritius, pois tenho certeza que República Dominicana é mais fácil pra você ir passar "outras férias" depois, ainda mais com essas milhares de promoções que as empresas fazem para o caribe…

    Mas idependente do lugar que você escolher, tenho certeza que vai aproveitar um monte!!
    Espero ter ajudado.

    Beijos

    Responder
  12. Camila 25 de junho de 2008 às 12:09

    Carol, no quesito praia você é imbatível, hein! Uma mais linda que a outra! E isso porque você ainda nem colocou todas as suas viagens aqui no blog. Só me explica uma coisa: como que você, branquinha desse jeito, se dá bem com o sol??? Eu até que tento, passo protetor fator 60 e mesmo assim viro um pimentão… Tanto que já até desisti, fico só na sombra! Quero umas dicas! 🙂

    Responder
  13. Carol Wieser | Trave 25 de junho de 2008 às 18:19

    Oi Camila,

    Tarefa árdua!!! E olha que se eu não exagerar no protetor solar ARDE mesmo. Branca pra mim é elogiu, sou é transparente!!

    KkKkk!!

    Olha só, também passo fator 60 no rosto e repasso a cada 2h30min… tenho pavor de queima-lo, pois já tive exepriências muito ruins e por puro descuido… e o resultado depois são aquelas danadas manchas que são dificílimas de tirar… Então na FACE não tem jeito 60+60+60+60+60: se eu somar todas as passadas do dia acho que chega a um FPS 300! 😉

    Já no corpo, nem adianta passar mais do que FPS 15, sempre me torro no primeiro sol, mas nos próximos a coisa já curtiu, daí acabo não tendo maiores problemas. Mas te confesso que é uma M ser transparente… tem que cuidar sempre!

    Como meu irmão diz, tudo que você repassar está somando na contagem então ABUSE do filtro solar!

    8)

    Responder
  14. Camila 26 de junho de 2008 às 11:08

    Eu também sou transparente! hehehe Na Bolívia o sol é muito forte, então eu me preveni. No dia do passeio à Isla del Sol tomei todos os cuidados, levei o protetor na mochila e reapliquei várias vezes. Mas esqueci o chapéu! Resultado: cabeça descascando o resto da viagem! Parecia que eu tava com caspa! kkkk É sempre assim, uma parte sempre é esquecida…

    Responder
  15. Eduardo 4 de julho de 2008 às 19:46

    Carol, que legal este seu blog. Na verdade meu sonho de consumo…. Ainda chego lá e ai a gente vai trocando figurinhas e dicas e mais dicas…
    Quanto a Maurícius ou Maurícias, estou a caminho agora dia 25 e acredito que com seu blog eu já cheguei lá… fica mais fácil. Quando voltar te conto as novas… Estou indo para o mesmo hotel. O problema é que o pacote já subiu bem… perto de 4.550 dolares per capita… Eu, minha esposa e uma sobrinha…. Acredito que vai ser bacana.
    Inté.

    Responder
  16. Carol Wieser | Trave 5 de julho de 2008 às 9:34

    Oi Eduardo!

    Que bom que você gostou do blog e fica o meu incentivo pra começar o seu!! No que eu puder ajudar, estou às ordens!!

    É Maurícius não é um destino barato não… Mas te garanto que vocês vão adorar o lugar! Praia é sempre bom, e quanto mais exótica melhor! Espero que vocês façam uma viagem maravilhosa e fico aguardando anciosa pelas novidades!! Não esqueça do meu feedback.

    Abraços!

    Responder
  17. Carol Wieser 4 de setembro de 2008 às 10:16

    Oi Amira,

    Acredito que sim, pois nesta época ainda não começou o inverno em Muritius. O ideal mesmo era fazer Mauritius até de novembro a março… Já para Maldivas não sei dizer ao certo, pois não tenho experiência, mas um amigo que foi relatou que é quente o ano todo…

    Abs,

    Responder
  18. Bete Lamb 14 de fevereiro de 2009 às 9:31

    Oi Carol!
    Parabéns e obrigada pelo teu blog!
    Vou a Mauritius agora dia 9/3 e adorei tuas dicas.Como eu e meu marido estamos indo por conta, sem pacote, gostaria de algumas dicas.
    Vale a pena alugar carro?Como vamos ficar 5 dias e depois pegaremos um navio para Europa,gostaria de aproveitar o máximo neste curto tempo.O que me aconselhas?
    bjs

    Responder
  19. Monica 10 de setembro de 2009 às 19:39

    Olá Carol, parabéns pelo blog! Pesquisei no google ilhas maurício e cheguei aqui… é maravilhoso poder ouvir de outra pessoa que ja foi para o destino que estamos planejando para as próximas ferias. Só tive uma dúvida sobre o preço das coisas por lá, pois vi em outros lugares na net que lá é o paraíso das compras, que as coisas são bem em conta… mas como você disse que 1 água é em torno de 6,00 euros, fiquei preocupada… Outra dúvida é sobre o vôo da SAA. Como nunca viajei por essa Cia aérea, tenho dúvidas sobre o conforto durante uma viagem tão longa… O que vc poderia acrescentar sobre isso? Obrigada!

    Responder
  20. ALINE 28 de março de 2010 às 19:07

    OLA , MEU NOME É ALINE….

    VOU ME CASAR EM AGOSTO, E QUERIAMOS MUITO PASSAR A LUA DE MEL EM MAURICIUS.

    COMO VC JA FALOU Q É INVERNO, E A PRAIA FICA MAIS FRIO. SERA QUE VALE A PENA GASTAR DINHEIRO E PASSAR FRIO NA PRAIA? SERA Q VAI DAR P APROVEITAR TUDO Q A ILHA TEM P NOS OFERECER ??

    OBRIGADA PELA AJUDA ALINE

    Responder
  21. ELUISA 17 de setembro de 2014 às 17:17

    Olá!
    Gostaria de uma informação a respeito das Ilhas Mauricio. Gostei muito das suas dicas! Fundamentais para a minha viagem! Preciso apenas saber de uma coisinha…
    Vc. saberia me informar se é possível sacar Rupees diretamente da conta corrente? Tenho conta no BB.
    Normalmente é possível fazer isso em outros países, mas não conheço ninguém que tenha ido a Mauritius.
    Agradeço pela ajuda.

    Responder
  22. Rochelle Santiago 30 de março de 2017 às 18:30

    Oi Carol.

    Muito bom o seu blog. Vou passar 3 dias e meio em Mauricios. Eles lugares que você foi, algum foi de carro? Vale a pena alugar o carro? Existem excursões que faça mais de uma ilha por dia? Porque minha ideia era um dia pra cidade, outro pra mergulho e praia e outro pra ilhas. E curtir o hotel sempre no final da tarde. Que que você acha?

    Responder
  23. Victor Ricardo 7 de julho de 2017 às 13:14

    Olá gente
    primeiramente parabéns pelo blog.
    Aqui alguns pontos turisticos do Peru.
    Peru é muito grande com muitas alternativas para escolher, não há dúvida de que o atrativo mais importante no Peru é a visita a Machu Picchu, também não podemos deixar de visitar tanto Cusco e Vale Sagrado.Visitar Arequipa também vale a pena pelo seu valor arquitetônico e calor da cidade. Ir para as Ilhas Ballestas e apreciar a vida marinha, apreciar também as Linhas de Nazca. Passear por Lima e desfrutar da gostosa comida peruana.
    Estes são algumas das atrações a comentar, há muitos mais que o Peru tem para oferecer.

    Responder

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>